Dia Nacional da Saúde é comemorado dia 5 de agosto

469

O Dia Nacional da Saúde, que é comemorado nesta segunda-feira (5), coloca em evidência o ramo de saúde no Brasil. Nesta data é importante ressaltar que só nos dois últimos anos o Ministério da Saúde investiu R$ 6,6 bilhões em ações e serviços. Esse valor aponta um crescimento de 95% de aumento orçamentário, segundo o governo.

A FEHOESP – Federação dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo, fez um levantamento entre janeiro e setembro de 2018 e percebeu que o investimento privado na saúde também foi muito significativo. O número de estabelecimentos cresceu 4,5% no Brasil com a abertura de 14.170 novos serviços de saúde. Tome destaque à abertura de 6.943 consultórios, 1.197 empresas de serviços de apoio de diagnose e terapia e 3.474 novas clínicas e ambulatórios especializados.

Em um momento de crise no país, o otimismo toma conta dos empresários do ramo da saúde. “Em 2018 nós movimentamos cerca de R$ 75 bilhões em medicamentos, o que é muito dinheiro, e estamos prontos para ampliar nossos serviços até o fim de 2019. Afinal, a saúde nunca pode ser considerada como gasto, mas como investimento”, afirma Roberto Vilela, presidente da RV Ímola, empresa especializada em logística hospitalar.

Socesp reitera importância da prevenção para reduzir incidência de doenças cardiovasculares

“O Dia Nacional da Saúde, 5 de agosto, instituído pelo Decreto Lei nº 5.352, de 8 de novembro 1967, cujo objetivo é estimular e difundir a importância dos cuidados com o organismo e vida saudável, é uma oportunidade para reiterarmos a necessidade de ampliar as ações contra as doenças cardiovasculares, que tiram a vida de aproximadamente 380 mil pessoas por ano no Brasil”, ressalta o presidente da Socesp, o cardiologista José Francisco Kerr Saraiva.

O médico lembra que a maioria das causas dessas enfermidades são evitáveis: tabagismo, consumo não moderado de álcool, sedentarismo e alimentação errada, que também favorecem a hipertensão, diabetes, obesidade e colesterol elevado, problemas que se somam aos fatores de risco. “Reduziríamos de modo muito expressivo as mortes por doenças cardiovasculares se conseguíssemos mudar os hábitos de milhões de brasileiros”.

O presidente da Socesp pondera que, independentemente de campanhas públicas de esclarecimento e ações governamentais, é decisivo que cada pessoa tenha consciência dos riscos e da necessidade de se cuidar. “A saúde é um bem muito precioso, que podemos preservar por muito tempo, mantendo uma rotina saudável de alimentação, sono e atividade física”.

Dia Nacional da Saúde

O objetivo de se comemorar anualmente o Dia Nacional da Saúde é promover a conscientização da população nessa área. Despertar valores relacionados à saúde é fundamental para que o Brasil avance na melhora da qualidade de vida da população.

A data não é um mero acaso, ela é em homenagem ao médico sanitarista Oswaldo Cruz que foi um dos responsáveis pela erradicação de perigosas epidemias que assolavam o país em meados do século XX. A data foi instituída em 1967 e, além de ser uma homenagem, também é uma forma de promover reflexão de como as pessoas estão cuidando da sua saúde.

Deixe seu comentário