Maio Amarelo movimenta o Hospital Estadual de Urgências de Aparecida de Goiânia

264
Mesmo sendo uma campanha de conscientização, o carro batido chama a atenção, no Huapa

Quem passar pelo Hospital Estadual de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa) até quarta-feira (15), vai se deparar com uma cena chocante, mas que serve de alerta: um carro preto batido, posicionado bem na entrada da unidade. A exposição serve para conscientizar a sociedade sobre a segurança no trânsito, uma vez que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), os acidentes de trânsito tiram a vida de aproximadamente 1,35 milhão de pessoas por ano em todo o mundo. Em Goiás, o número chega a 1.500 mortes.

Para chamar a atenção das pessoas para o alto índice de mortes e feridos no trânsito, o Huapa adere ao movimento “Maio Amarelo”, com orientações e atividades educativas a partir de segunda-feira (13), organizado pelo Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho (Sesmt) da unidade. “Apenas em 2018, 3.772 pessoas deram entrada no Huapa, vítimas de acidente de trânsito, o que representa cerca de 11% de assistência de urgência e emergência prestada da unidade, do total de 36.938 atendimentos”, alertou a técnica em segurança do trabalho, Alessandra Alves.

Programação – Na segunda-feira (13), houve blitzes educativas com profissionais do Departamento de Trânsito de Goiás (Detran-GO), com a entrega de informativos e abordagens aos colaboradores, pacientes e acompanhantes do Huapa. Em seguida, palestras seguindo o tema também foram apresentadas. A programação se repete na quinta-feira (16), a partir das 19h.

Deixe seu comentário