Plataforma disponibiliza informações estratégicas sobre todo o mercado nacional de saúde

505

O acesso, satisfação e eficiência são essenciais para o sucesso de qualquer negócio. Não é diferente na área de saúde. Por isso, esses foram os três pilares do Future Health Index 2018, relatório global divulgado pela Royal Philips que analisa os principais desafios da setor de saúde em 16 países.

O objetivo do estudo é verificar como o valor da saúde é percebido. De acordo com o levantamento, os lugares com altos níveis de adoção de tecnologia e soluções, em processos e procedimentos, tendem a contar com as melhores avaliações feitas, tanto por profissionais, como por representantes da área. O material aponta que a Medida de Valor do Brasil é 26%, enquanto a média entre os participantes é 43%.

Para diminuir essa lacuna, potencializando os negócios do setor nacional, a Neoway Health, plataforma focada no mercado de saúde, chega ao mercado brasileiro. A ferramenta utiliza Data Science para modelar dados, altamente customizáveis, e disponibilizá-los em três grandes frentes: estabelecimentos & profissionais; procedimentos & indicadores de performance e gestão integrada das informações.

“A solução é extremamente estratégica para toda cadeia de valor da saúde, atendendo desde empresas responsáveis pelo de fornecimento de produtos e tecnologia (indústria farmacêutica ou equipamentos), prestadores de serviços (hospitais, redes de diagnóstico) às empresas de intermediações financeiras (operadoras de saúde, cooperativas etc.) ou a grupos de investidores. Ela monitora, organiza e disponibiliza dados que, muitas vezes, se encontram dispersos e fragmentados, possibilitando que as empresas tenham um mapeamento preciso do cenário em que atua”, comenta Maurício Passos de Castro, head da Neoway Health. “Com a Neoway Health, é possível realizar em segundos uma pesquisa que antes levaria meses”, afirma Passos.

Abaixo, seguem alguns exemplos do que a Neoway Health traz aos usuários:

  • São Paulo é o estado com a maior concentração de estabelecimentos de saúde (hospitais, clínicas, ambulatórios etc.) com 24% do total de todo o país;
  • 71% das unidades apresentam nível de atividade alto;
  • Existem cerca de 496 mil leitos no Brasil, sendo que 33% destinados à saúde suplementar e atendimentos particulares. O restante é público;
  • Rio de Janeiro (45%), Distrito Federal (44%) e São Paulo (43%) são as localidades que apresentam maior número de leitos destinados à saúde suplementar e atendimentos privados;
  • Por outro lado, Maranhão, Acre e Roraima apresentam, respectivamente, 14%, 12% e 9%;
  • Existem cerca de 325 mil estabelecimentos e mais três milhões de profissionais da área, sendo que, aproximadamente, 500 mil profissionais possuem médio ou alto grau de influência e quase 400 mil ocupam posição estratégica.

“As tomadas de decisão são mais precisas se baseadas em informações. Com a plataforma, é possível chegar a informações como, quais são os serviços mais procurados, onde estão os consultórios e clínicas de cada especialidade, quantos leitos são destinados à rede pública ou privada, quais os procedimentos estão sendo realizados e até quem são os principais influenciadores daquela região”, finaliza o executivo.

A Neoway Health permite identificar oportunidades, mitigar riscos e evitar prejuízos.

Deixe seu comentário