Tatuagem na cabeça incentiva mulheres na luta contra o câncer

423

Helena Kossiva de 63 anos, moradora da Mooca, em São Paulo (SP), e paciente do IBCC Oncologia, começou o tratamento na unidade após descobrir a existência do câncer na mama direita. Ela teve alopecia, a famosa queda de cabelo por consequência do tratamento, e por ser uma mulher muito vaidosa, sentiu vergonha no primeiro momento e passou a andar sempre de gorro, lenços, toucas e chapéus para ajudar a esconder a falta do cabelo.

Após ver a frase: “O câncer tem cura, entre de peito nessa luta”, a vontade de assumir sua aparência foi maior do que a vergonha. “Eu sempre tive o hábito do achismo, de me importar com o que as pessoas acham, até que decidi assumir a perda do cabelo ao ver essa frase, foi ela que me deu muita coragem para abandonar os lenços e me libertar”, conta.

De acordo com a oncologista clínica do IBCC Oncologia, dra. Lilian Arruda, deve haver o cuidado para a escolha de henna sem elementos tóxicos (como a henna vegana). Desta forma, não há contraindicação para realizar a tatuagem de henna na região do couro cabeludo, mas é sempre importante conversar previamente com seu médico em consulta.

Helena tatuou a frase com henna na cabeça para incentivar outras mulheres na luta contra o câncer e mostrar que a beleza vem de dentro, que a vaidade permanece e que a fé sempre estará em primeiro lugar.

Deixe seu comentário