Viva e Deixe Viver promove curso gratuito sobre tratamento humanizado de jovens com doenças crônicas

164

O período da adolescência é marcado por certas características que se repetem no nosso imaginário. Independentemente dos diferentes gostos, classes sociais e vontades, os jovens vivem intensamente suas descobertas e a necessidade de se encaixar em um grupo. No entanto, adolescentes com doenças crônicas lidam com as questões da transição para a vida adulta ao mesmo tempo em que aprendem a conviver com sua condição de saúde.

Devido à importância do tema, a Associação Viva e Deixe Viver (Viva) irá promover o curso “Vida – Valorização Integral da Adolescência”, totalmente gratuito, com objetivo de destacar a humanização do atendimento de jovens com doenças crônicas. A iniciativa tem como público-alvo estudantes e profissionais da saúde, voluntários, pacientes e seus acompanhantes.

As aulas ocorrerão de 26 de agosto a 30 de setembro, todas as segundas e quartas-feiras, das 18h30 às 21h30, sede da Escola de Enfermagem da USP. No total, serão 10 módulos, que abordarão temas como aderência ao tratamento, convivência com a doença, preconceito, valorização pessoal e autoestima, políticas públicas relacionadas à humanização da saúde, e direitos e deveres do paciente adolescente.

A abertura do curso será realizada no dia 24 de agosto, das 9h às 12h, com um bate-papo sobre o tema com o fundador e presidente da Viva, Valdir Cimino, e a diretora da Escola de Enfermagem da USP, Regina Szylit, durante o Fórum – Futuro e Sustentabilidade. O curso possui carga horária de 30h. Mais informações em (11) 3081-6343, no site da entidade (vivaedeixeviver.org.br) ou pelo e-mail site@vivaedeixeviver.org.br.

Deixe seu comentário