AACD lança projeto para ampliar atendimentos a pessoas com deficiência

234

A partir de agora, qualquer instituição da sociedade civil sem fins lucrativos e que faça atendimentos pelo SUS, ou com gratuidade, poderá ter toda a expertise em reabilitação da AACD, por meio do novo projeto de Cooperação Técnica.

O novo modelo busca ampliar o número de atendimentos a pessoas com deficiência física no Brasil através de protocolos clínicos desenvolvidos e aprimorados nesses 69 anos de experiência da AACD, sempre dentro das linhas de cuidado hoje atendidas pela Instituição: Paralisia Cerebral, Lesão Encefálica Adquirida, Amputação, Mielomeningocele, Má-formação Congênita, Distrofia Neuromuscular, Lesão Medular e Poliomielite.

O processo de Cooperação Técnica prevê a capacitação dos profissionais das entidades parceiras e a obrigatoriedade de seguir os protocolos médicos e terapêuticos que a AACD aplica. A Instituição vai periodicamente monitorar as atividades desses parceiros, além de sempre fazer novos treinamentos e dividir todo o conhecimento quando a AACD tiver evoluído no tratamento de alguma patologia.

“Em nossa história somos reconhecidos pela excelência em ortopedia e reabilitação, que inclui as patologias que causam a deficiência física, pautados também pelo cuidado humanizado dos nossos pacientes, e que certamente contribui de forma efetiva nos resultados finais. É essa expertise que pretendemos levar para mais partes do Brasil, afinal, nós existimos para cuidar de pessoas”, afirma Valdesir Galvan, CEO da AACD.

O primeiro contrato de cooperação técnica foi assinado com Centro de Reabilitação Nice Aguiar da Santa Casa de Jequié, na Bahia, entidade ligada à Fundação José Silveira, tradicional no atendimento à saúde. Uma equipe já esteve em São Paulo na sede central da AACD, no Ibirapuera, e passou por treinamento teórico e prático.

Essa parceria beneficiará não somente a população de Jequié, mas também de outras cidades do entorno.

Os interessados devem enviar e-mail para: cooperacaotecnica@aacd.org.br. Mais informações estão disponíveis no site da AACD: aacd.org.br/cooperacao-tecnica

Deixe seu comentário