Artigo – Entenda os benefícios da robótica colaborativa implementada na medicina

A pandemia causada pelo novo Coronavírus trouxe um grande impacto para todos os setores e isso já é mais que evidente. As empresas precisaram se desenvolver e buscar soluções mais ágeis e tecnológicas para conseguir suprir as necessidades impostas. No campo da saúde, por exemplo, ficou clara a necessidade e a importância de ter recursos mais recentes para realizar procedimentos cirúrgicos, exames e diagnósticos.

Dentre os recursos tecnológicos que melhoram o trabalho nesse setor, destaca-se a robótica colaborativa, pois ela ajuda a oferecer melhores condições e desenvolver projetos de P&D mais ambiciosos e eficientes. Isso porque os cobots possuem sistemas altamente personalizáveis, fáceis de implantar, com menor custo e ideais para serem instalados lado a lado com os colaboradores, trazem soluções de automatização, ajudam em processos de rastreabilidades, e também executam tarefas de manuseio e montagem de peças em um espaço esterilizado.

A robótica colaborativa é um grande marco para essa indústria, especialmente na criação de tratamentos médicos ou produtos farmacêuticos inovadores. Consequentemente, com essa melhora, o impacto chega também na qualidade de vida das pessoas, que recebem melhores cuidados. Além disso, a precisão operacional e a notável redução da margem de erro, minimiza variações e fatores que podem ser prejudiciais. Essa meticulosidade é o que permite que os braços robóticos estejam em salas de cirurgia e sejam uma ferramenta que simplifica muitos procedimentos que facilitam o dia a dia.

No caso de indústrias voltadas à produção de implantes, lentes ou equipamentos odontológicos, por exemplo, a criação de produtos tem uma maior qualidade, customização e durabilidade. Também não podemos esquecer que essa tecnologia ajuda na criação de ambientes mais higiênicos, reduzindo a necessidade de materiais de proteção descartáveis e libertando os profissionais da execução de tarefas nocivas ou perigosas. Portanto, a segurança e a redução de riscos proporcionada é um dos principais benefícios para os quais muitas indústrias e organizações priorizam o investimento em soluções automatizadas.

Outras possibilidades de implementação têm como finalidade o manuseio de produtos delicados, trabalho em ambientes estéreis, como o desenvolvimento de medicamentos e manipulação de amostras em laboratórios, e na supervisão de máquinas com sistema CNC. Por fim, posso garantir que ao utilizar a robótica colaborativa nas áreas da medicina, farmácia e química, é possível ampliar as possibilidades de encontrar soluções, tratamentos ou medicamentos que ajudem a enfrentar os novos desafios da saúde e a melhorar a qualidade de vida de toda a sociedade. Os cobots vão nos ajudar a remar para o futuro! Aposte nisso.

Denis Pineda é gerente regional da Universal Robots na América Latina, empresa dinamarquesa especialista na produção de braços robóticos industriais colaborativos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.