Bristol Myers Squibb Foundation chega ao Brasil e faz doações para câncer e Covid-19

A Bristol Myers Squibb Foundation, que conta com 80 anos de história nos Estados Unidos, anuncia a sua chegada ao Brasil com doações a instituições no país. A ação tem como foco melhorar a prestação de cuidados de alta qualidade para o câncer de pulmão e de pele para comunidades rurais e clinicamente carentes. As organizações que receberam subsídios estão focadas no apoio e assistência a doenças, fortalecendo a colaboração entre os médicos de atenção primária e oncologia, acelerando o diagnóstico e o tratamento precoce.

Nessa primeira fase do projeto serão quatro subsídios que fazem parte da Iniciativa Global de Disparidades do Câncer da Bristol Myers Squibb Foundation, que já apoia beneficiários nos EUA, África e China. Os donatários no Brasil exemplificam a estratégia da Fundação para identificar organizações que são pioneiras em soluções inovadoras de equidade em saúde e fornecer financiamento para capacitá-las a desenvolver, testar, medir e demonstrar a eficácia de programas para melhorar o acesso a cuidados de saúde de alta qualidade.

“Mesmo antes do Covid-19, as disparidades no tratamento do câncer de pulmão e de pele no Brasil eram causadas por barreiras dentro e fora dos hospitais”, destaca John Damonti, presidente da Fundação Bristol Myers Squibb. “As doações realizadas pela Bristol Myers Squibb Foundation têm o potencial de fortalecer os sistemas de saúde, a educação da comunidade e os serviços de apoio ao paciente, além de servirem como exemplos para o avanço da equidade na saúde no tratamento do câncer em toda a América Latina – e particularmente nesta era difícil da Covid-19.”

Câncer de pulmão e melanoma em foco

O câncer de pulmão é a principal causa de morte por câncer no Brasil e os cânceres de pele, incluindo o melanoma, ocorrem três a quatro vezes a taxa da média global. Além disso, os pacientes que tratam a doença ou fazem parte do grupo de risco para esses cânceres são particularmente vulneráveis ​​devido à pandemia Covid-19, que interrompeu gravemente a educação do paciente e os programas de apoio e serviços médicos para pacientes com câncer, especialmente os sub-atendidos.

No Brasil, um dos pontos de destaque é o serviço de Navegação do Paciente, onde um profissional orienta as pessoas com diagnóstico ou suspeita de doença crônica, ajudando-as a ‘navegar’ pelo sistema e serviços de saúde. Este é considerado um importante diferencial nos serviços de oncologia no Brasil, principalmente pela atuação do enfermeiro navegador. Além de atuar como coordenador do cuidado, esse profissional contribui para a assistência ao paciente, dando o suporte necessário para superar o impacto do diagnóstico e do tratamento, ajudando a superar as principais barreiras que dificultam o acesso aos serviços e sistemas de saúde.

Em 2020, a Fundação recebeu inscrições de programas que permitiriam a 1) pessoas com alto risco de câncer melanoma e de pulmão iniciarem a triagem, detecção, diagnóstico, tratamento e cuidados paliativos, e 2) pacientes com câncer atuais continuarem a receber cuidados clínicos e serviços de suporte na era da Covid-19.

As organizações que receberam subsídios são organizações líderes com histórico de implementação de programas bem-sucedidos e compromisso com a igualdade na saúde. Para a primeira onda de doações, as instituições contempladas são: Hospital de Amor | Prevenção e Tratamento de Câncer, hospital que atende mais de 6 mil pacientes por dia, em Barretos-SP, contará com unidades móveis para identificar indivíduos de alto risco de câncer de pulmão e melanoma e implementar serviços de telessaúde para aumentar o acesso ao diagnóstico e tratamento; Instituto Oncoguia, organização não-governamental de apoio ao paciente com câncer em todo o país, que vai fornecer suporte personalizado para ajudar os pacientes a receberem diagnósticos e iniciarem o tratamento do câncer de pulmão; e Irmandade Santa Casa de Porto Alegre, hospital mais antigo do Rio Grande do Sul, que irá integrar cuidados de saúde especializados em oncologia com saúde primária por meio de teleconsulta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.