Covid-19: os resumos das diretrizes brasileiras

As novas diretrizes de condutas para o tratamento de pacientes com quadro leve de Covid-19 da Associação Médica Brasileira (AMB), da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) e Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT) estão disponíveis no portal amb.org.br totalmente em português e em versões completa e resumida. São orientações consagradas por revisões sistemáticas com meta-análise, em formato inédito no país, reduzindo vieses e aumentando o poder estatístico.

No Brasil, as diretrizes já estão sendo utilizadas como bases do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas do Ministério da Saúde.

De acordo com Wanderley Marques Bernardo, coordenador do grupo de Medicina Baseada em Evidências da AMB, “as recomendações de conduta para episódios de Covid leve, manuseio terapêutico e de profilaxia com tais medicações visam a esclarecer os médicos do país de forma fundamentada e solidez científica”.

Lamentavelmente, até hoje, são propostas várias drogas sem qualquer benefício em redução da infecção, em profilaxia, ou que reduzam a hospitalização ou agravamento do paciente de Covid leve.

É uma construção inédita e conclusiva. Não deixa a menor dúvida, por exemplo, de hidroxicloroquina não funciona, não deve ser usada jamais como tratamento precoce. Vale o mesmo para a ivermectina e para a colchicina.

“As diretrizes resumidas basicamente com as recomendações são para facilitar a leitura, a divulgação e implementação”, pontua Wanderley. “Para aqueles que queiram se aprofundar, há versões completas com todo o método utilizado, referências e em alguns casos até a meta-análise utilizada”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.