Demanda por doação de sangue foi 56% maior no HCor no mês de março

O mês de março no HCor foi marcado não somente por um intenso pico de pacientes internados por Covid-19, como também por um aumento exponencial na demanda por doações de sangue. O número de transfusões, que chega a uma média de 500 mensalmente, atingiu 780 ao longo dos 31 dias do mês passado, um salto de 56%.

De acordo com Fernanda Vieira, médica hemoterapeuta, responsável médica da agência transfusional do HCor, parte desse aumento pode ser atribuído à ocorrência de casos graves da infecção pelo novo Coronavírus. “Para se ter uma ideia, em 2020, 10% desses pedidos mensais eram destinados a pacientes com Covid-19 no HCor. Em março, o índice foi de 16%”, pontua.

Segundo ela, pacientes hospitalizados por um longo período podem desenvolver quadros de anemia, uma das circunstâncias que levaria à necessidade de transfusão sanguínea.

Além desse cenário, há ainda demandas de pacientes com comorbidades, como as oncológicas, e com distúrbios de coagulação – esses últimos também decorrentes da utilização da ECMO (Oxigenação Extracorpórea por Membrana).

Fora dos diagnósticos de Covid-19, as cirurgias cardíacas também representam uma demanda transfusional importante no hospital e, essas, mesmo com o pico da pandemia, não foram interrompidas completamente no mês de março na instituição.

Déficit nos estoques

As baixas dos estoques são notificadas com recorrência pelos bancos de sangue no Brasil inteiro e, ao longo da pandemia, tornou-se ainda mais difícil recrutar doadores.

Fernanda relembra que, durante o primeiro pico de Covid-19, os índices ficaram críticos, já que a população estava bem receosa quanto à segurança dos postos de coleta. “Com o passar do tempo, vimos uma retomada na presença de doadores, mas a verdade é que esse número ainda não é suficiente para a conta fechar”, comenta.

A especialista ressalta que é importante que a população saiba que existem opções de postos que ficam totalmente separadas do ambiente hospitalar, como é o caso do Banco de Sangue São Paulo.

“Assim como o HCor, nosso banco de sangue é certificado pelo Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde, com o selo de Melhores Práticas de Prevenção e Enfrentamento à Pandemia de Coronavírus”.

Os interessados podem conferir as orientações para doações no site do HCor. As coletas podem ser realizadas sem agendamento prévio ou com dia e hora marcados.

GSH – Banco de Sangue de São Paulo
Rua Tomás Carvalhal, 711 – Unidade Paraíso
Contatos: (11) 3373-2050 / (11) 97117-3886 (WhatsApp)
Atendimento: segunda a sexta-feira, das 8h às 17h; Sábados, domingos e feriados, das 8h às 16h

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.