Entidades pedem que Ministério da Saúde priorize imunização contra Covid-19 em pessoas com obesidade

“Enviamos os três ofícios na última quarta-feira, dia 26 de maio, com a justificativa de que a pessoa com obesidade tem risco mais elevado de quadro grave e morte por Covid-19”, esclarece a Dra. Cintia Cercato, presidente da ABESO (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica), que assinou o documento juntamente com o presidente da SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia), Dr. Cesar Luiz Boguszewski, e a presidente do departamento de obesidade da SBEM e diretora da ABESO, Dra. Maria Edna de Melo.

Segundo a Dra. Cintia Cercato, a obesidade é uma doença crônica com processo inflamatório contínuo, menor capacidade de resposta imune a infecções virais, maior risco de fenômenos tromboembólicos e doenças pulmonares, além de dificultar a assistência em quadros graves, como, por exemplo, dificuldade de acesso venoso, transporte, limitação de exames de tomografia e intubação prejudicada.

“A obesidade aumenta o risco de desfechos negativos da Covid-19 já a partir do IMC de 30, chamada obesidade grau 1, sendo esse risco ainda maior em pacientes com IMC igual ou maior a 35, dito obesidade grau 2, e superior naqueles com IMC igual ou maior a 40, o grau 3 de obesidade. E esses achados são observados sobretudo em jovens. Daí a nossa solicitação de imunizar de maneira imediata maiores de 18 anos que apresentem grau 3 de obesidade e incluir os com grau 2 no grupo de comorbidades prioritárias do Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra a Covid-19 do Ministério da Saúde”, destaca a presidente da ABESO, que lembra que 1 em cada 4 brasileiros é obeso e que o excesso de peso é segundo maior fator de risco para hospitalização, de acordo com o ‘Covid-19 and Obesity: The 2021 Atlas‘, divulgado em março pela World Obesity Federation.

Acesse o link do ofício: abeso.org.br/imunizacao-contra-covid-19-em-pessoas-com-obesidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.