Estudo para mapear ISTs no RS amplia testagens na Grande Porto Alegre

O Projeto Atitude, estudo coordenado pelo Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre (RS), para mapear o comportamento, as práticas e os cuidados da população gaúcha em relação às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), começou a coleta de dados em Novo Hamburgo na quarta-feira (13). Os moradores de Cachoeirinha recebem as visitas das equipes que estão recrutando voluntários para a pesquisa desde a segunda-feira (11). Até o final da semana, o trabalho deve chegar a Porto Alegre.

Além de responder a questionamentos, os participantes serão testados para HIV, sífilis e hepatites B e C. É a primeira vez que uma pesquisa desse tipo acontece no Brasil. O Projeto Atitude deve entrevistar, ao todo, 8,2 mil pessoas no Rio Grande do Sul.

Projeto Atitude

O Projeto Atitude irá percorrer 56 municípios do Rio Grande do Sul. A coleta de dados iniciou em dezembro de 2020 e, devido à pandemia, foi interrompida até agosto de 2021. O objetivo é identificar os motivos pelos quais o Rio Grande do Sul aparece em primeiro lugar nos casos de HIV e outras IST no país.

As equipes — compostas por entrevistadores e coletadores de material biológico — foram treinadas e os profissionais estão identificados com colete e crachá com foto e um QR Code, que pode ser escaneado pelas pessoas que estão sendo visitadas para verificar se fazem parte da pesquisa. Também é possível conferir a identidade dos pesquisadores pelo telefone (51) 3537-8092 e pelo WhatsApp (51) 9550-7420.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.