Evento aborda o uso de testes rápidos no diagnóstico de doenças

Qual a importância do teste rápido para diagnosticar doenças infecciosas, como o novo Coronavírus, por exemplo? No Brasil, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os testes rápidos são destinados a hospitais, postos de saúde e laboratório de análise clínica. A vantagem desses testes está justamente na identificação das doenças de forma precoce, contribuindo para um tratamento rápido e impedindo a disseminação dos vírus. Para debater o assunto, UNINASSAU Digital realiza palestra on-line, no dia 28 de abril, às 19h, com a biomédica e doutora em Ciências Biológicas, Rosilma Araújo.

Um tipo desses testes é o sorológico por Imunocromatografia. Conhecido como TR, ele pode ser realizado com amostras de sangue total, soro ou plasma, e o resultado sai em aproximadamente 15 minutos.

Segundo a coordenadora do curso de Biomedicina da UNINASSAU Digital, Juliana Gonçales, o uso dos testes rápidos para diagnóstico de doenças infecciosas é providencial para os cuidados com a saúde. “Esse tipo de teste reduz o tempo na espera do resultado, proporciona a rápida tomada de decisão clínica e o encaminhamento imediato, quando houver a necessidade de tratamento. Uma maneira eficaz de reduzir consideravelmente a ansiedade do paciente”, afirmou.

O evento dispõe de 500 vagas e as inscrições podem ser feitas no site de extensão da UNINASSAU. Os participantes receberão o link de acesso à palestra por e-mail.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.