Exames laboratoriais: fase pré-analítica é grande responsável por erros de diagnóstico

Resultados de exames de laboratórios são muito importantes para as condutas médicas. Eles afetam a maioria das decisões quanto à admissão, à alta hospitalar e ao regime terapêutico dos pacientes. Para tanto, todas as fases de execução dos testes, sobretudo a pré-analítica, devem ser conduzidas seguindo o rigor técnico necessário para garantir a segurança do paciente e resultados exatos.

No entanto, levantamentos apontam que 70% dos erros descritos nos laboratórios estão relacionados à etapa pré-analítica, impactando custos e qualidade dos resultados. Para abordar os ‘Principais Interferentes Analíticos nas Análises Clínicas’, a biomédica Kelly Cristiane G. de Almeida é a convidada da universidade corporativa UniFirstlab para uma aula ao vivo e gratuita voltada a estudantes e profissionais da saúde. Será no dia 10 de agosto, às 16h, com duração de 2 horas.

A grande evolução e automatização das fases analíticas e pós-analíticas trouxeram uma significativa diminuição do número de erros. Entretanto, a fase pré-analítica é bem mais difícil de ser controlada, pois algumas etapas, como o preparo do paciente, fogem do controle direto do laboratório. “Para evitar esses problemas, é preciso se cercar de procedimentos e controles bem definidos, que procurem aumentar a segurança e a confiabilidade dessa fase. A educação continuada dos profissionais que realizam a coleta e manipulam as amostras também se mostra extremamente importante”, afirma Kelly Cristiane G. de Almeida. Segundo ela, resultados laboratoriais equivocados provocam condutas médicas errôneas, que podem ser catastróficas aos pacientes, colaborando para a insegurança no sistema de saúde.

Informações e inscrições gratuitas: mla.bs/e1c77ac1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.