Fundação Vanzolini recomenda selo ONA ao Hospital Santa Teresa

O Selo de Acreditação ONA (Organização Nacional de Acreditação) foi recomendado pela Fundação Vanzolini ao Hospital Santa Teresa HST após auditoria. A certificação conquistada, no nível 1, vale por dois anos e demonstra a conformidade da instituição com critérios de segurança do paciente em todas as áreas, incluindo aspectos estruturais e assistenciais.

Há dez anos, com o apoio de todos os colaboradores, iniciamos o processo de transformação do Hospital Santa Teresa. Investimos em capacitação, na melhoria dos processos, na modernização das instalações e em novos serviços, sempre com foco na qualidade e segurança. A ONA é a comprovação de que estamos no caminho certo na busca pela excelência no atendimento a nossos pacientes”, comemorou o diretor executivo, o médico Leonardo Menezes, parabenizando todos os colaboradores.

A superintendente da Rede Santa Catarina, instituição filantrópica da qual o HST faz parte, Alline Cezarani, destacou a importância da certificação, lembrando que este é um processo contínuo de melhoria: “Esta primeira certificação é a mais importante porque avalia a segurança. Agradeço a todos pelo empenho no cuidado com os pacientes”.

“O HST recebeu a acreditação por comprovar ter uma estrutura gerenciada em torno da segurança assistencial, onde busca a efetividade nas atividades. E assim, atendeu aos requisitos do Manual do Sistema Brasileiro de Acreditação para Organizações Prestadoras de Serviços de saúde 2022, demonstrando a credibilidade do hospital para todas as partes interessadas, incluindo aos pacientes que são atendidos”, explica Flávia Ferreira, coordenadora ONA na Fundação Vanzolini.

A metodologia ONA tem como objetivo auxiliar as organizações de saúde no desenvolvimento da segurança dos processos e estimular a melhoria contínua dos serviços prestados. A Fundação Vanzolini está entre as principais IACs (Instituições Acreditadoras Credenciadas) da certificação no Brasil. A ONA certifica a qualidade de serviços de saúde no Brasil e segurança do paciente.

A metodologia é reconhecida pela ISQua (International Society for Quality in Health Care), associação parceira da OMS (Organização Mundial da Saúde). Entre as organizações prestadoras de serviços de saúde, acredita hospitais, ambulatórios, laboratórios, serviços de pronto atendimento, home care, serviços de hemoterapia, serviços de nefrologia e terapia renal substitutiva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.