Grand Round do Hospital Moinhos de Vento discute a dor crônica

A dor crônica é aquela que persiste em pacientes por um longo período, causada geralmente por uma inflamação ou disfunção dos nervos. E a abordagem desta condição não pode ser um fator isolado dentro da abordagem médica, pois precisa envolver várias especialidades pela complexidade do tema. Diferente da dor aguda, ela é considerada uma doença.

Para um debate mais aprofundado sobre o assunto, o próximo Grand Round do Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre (RS), terá o tema “Dor Crônica – Aspectos Multidimensionais do Tratamento”. A atividade, gratuita e aberta à comunidade, acontece na próxima terça-feira (26), a partir das 12h15. O evento será realizado em formato híbrido, sendo o presencial no Auditório Moinhos.

As discussões iniciarão com a apresentação de um caso clínico complexo e, por meio disso, discutir os tratamentos clínicos viáveis, as abordagens minimamente invasivas, assim como o uso de tecnologias mais avançadas para o tratamento da dor crônica. Especialistas também falarão sobre as diversas técnicas que podem ser empregadas dentro da fisioterapia, assim como a abordagem comportamental e psicoeducação.

Ao todo, serão quatro debatedores: João Rizzo, anestesiologista com especialização em Dor e Cuidados Paliativos do Hospital Moinhos de Vento; Luís Josino Brasil, anestesiologista com especialização em Dor do Hospital Moinhos de Vento; Adriana Coltro, fisioterapeuta do Projeto Educa Dor e Mestre em Ciência do Movimento Humano pela UFRGS; e Lorena Caleffi, psiquiatra com especialização em Dor e Medicina Paliativa do Hospital Moinhos de Vento. A moderação será do médico Luciano Machado de Oliveira, anestesiologista com especialização em Dor e Cuidados Paliativos Oncológicos do Hospital Moinhos de Vento.

As inscrições para o Grand Round podem ser feitas no site do evento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.