Hospital Estadual e Maternidade Nossa Senhora de Lourdes promove encerramento da 109ª edição do grupo Gestar Vidas

Participantes do Gestar Vidas além das orientações no final do curso ganham enxoval. Foto: Marilane Correntino

O Hospital Estadual e Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (HEMNSL) encerrou, nesta quinta-feira (30), a 109ª edição do curso Gestar Vidas, com solidariedade, carinho e oração.

Criado há 48 anos pelo Serviço Social com o apoio da Capelania Hospitalar da unidade, o curso tem como objetivo proporcionar às futuras mães uma gravidez tranquila por meio do esclarecimento de dúvidas sobre o período gestacional, abordando temas como Planejamento Familiar; Prevenção às DST/ AIDS; Aleitamento Materno; Aspectos emocionais na Gestação; Drogas na Gestação; Fertilização, Tipos de parto e Anestesia; Shantala; Alimentação da Gestante; Educação de Filhos; e Direitos da Mulher. O curso conta com um corpo de palestrantes composto por uma equipe de multiprofissionais da maternidade (médico obstetra, fisioterapeuta, enfermeiro, nutricionista, assistente social, psicólogo, fonoaudiólogo, farmacêutico e biomédico).

Após 11 encontros, semanais, de forma presencial e on-line, o grupo de gestantes participou da solenidade de encerramento do curso. As participantes foram recepcionadas pela diretora operacional Juliana Paixão, a coordenadora do Serviço Social, Lourdes Maria, o capelão Rafael Magul e parte da equipe multiprofissional. A assistente social Lourdes Maria deu boas-vindas aos presentes e parabenizou as gestantes e seus companheiros pelo envolvimento e disposição de participar dos encontros. “Em cada aula são passadas informações que vão ajudar tanto as mães como os pais, que são  fundamentais no apoio prático e emocional da mulher. São orientações importantes para uma vida inteira”, afirmou.

A diretora operacional da unidade, Juliana Paixão, que entrou há um mês na maternidade, falou da importância do acolhimento. “É um prazer compartilhar esse momento com vocês! Apesar de estar em sua 109ª edição, para mim é o primeiro. Fico feliz em fazer parte de uma maternidade em que atua de forma humanizada, que acolhe, dá suporte e orientação às futuras mamães, nesse momento importante de suas vidas. Contem sempre com nosso apoio” destacou a diretora. O capelão Rafael Magul, também falou sobre acolhimento e lembrou que assim como a diretora Juliana que veio da Bahia, ele também veio de longe – Argentina -, e foi bem acolhido. Disse que Jesus nos ensinou a acolher e servir. ”Nossa missão é servir, ser instrumento do bem”, disse o capelão, conclamando a todos para fazer oração.

Ao final, as 25 participantes do curso foram presenteadas com um kit de enxoval doado pelo grupo de voluntárias “Mãos Generosas”. O capelão Rafael Magul, responsável por captar essas doações e entregá-las ao HEMNSL, explicou que o enxoval é confeccionado por mulheres de 50 a 90 anos de idade, que desenvolvem esse importante trabalho social. Também houve o sorteio de kit maternidade, entregue para duas ganhadoras.

Depoimentos

Auleliane Almeida, grávida de 29 semanas, é do Pará e está há quatro anos em Goiânia. “Espero meu segundo filho e fui muito bem atendida e acolhida nessa maternidade”, disse a gestante.

Jucilene de Oliveira, de 18 semanas de gestação, quer ter sua menina no HEMNSL.  “Gostei muito do curso. Estou na quarta gravidez e sempre é diferente. Sou muito grata pelo apoio e carinho que recebo aqui. Tive meu segundo filho nessa maternidade e foi só alegria”, pontuou.

A assistente social Lourdes Maria, explicou que a intenção do Gestar Vidas é justamente oferecer esse acolhimento. “Ser mãe é um universo totalmente novo e surpreendente e cada gravidez é uma experiência nova, o nosso intuito é oferecer o máximo de orientação para que as gestantes tenham uma gravidez de qualidade e segura”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.