Hospital lidera formulação de Diretrizes Brasileiras para Tratamento Hospitalar do Paciente com Covid-19

O Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre (RS), está produzindo as Diretrizes para Tratamento Hospitalar do Paciente com Covid-19, documento que reúne as melhores evidências científicas existentes até o momento para nortear a prática clínica. Essa é uma iniciativa do projeto Diretrizes, do Hospital Moinhos de Vento realizada por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS).

O intuito é aprimorar as diretrizes clínico-assistenciais para o SUS, por meio de recomendações que proporcionem melhores cuidados à população e contribuindo para eficiência na utilização dos recursos e maior equidade em saúde¹.

O escopo também contempla treinamentos voltados aos profissionais de saúde, pesquisadores e gestores da área, bem como definir estratégias de implementação das diretrizes no SUS.

O Dr. Maicon Falavigna, médico especialista do projeto, reforça que a atuação da iniciativa foi ampliada durante a pandemia. “Agora temos que nos preocupar também com o impacto da pandemia no Sistema Único de Saúde. Dessa forma, buscamos separar os fluxos dos pacientes com e sem Covid, por exemplo. Estamos em contato direto agora com o público citado, revisitando os pontos de melhoria e fornecendo tutorias, auxiliando hospitais de todo o Brasil na implementação dos protocolos, planos de trabalho e na discussão de evidências à distância, compartilhando da expertise do Hospital Moinhos de Vento com os hospitais públicos.”

Segundo Verônica Colpani, líder do projeto no Hospital Moinhos de Vento, o documento possui um perfil normativo e está no momento em consulta pública na Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (CONITEC). “Durante a emergência de saúde pública que ainda persiste, identificamos a necessidade de haver diretrizes específicas para nortear a prática clínica em pacientes hospitalizados com Covid-19. Dessa forma, buscamos com esse documento sistematizar e padronizar os procedimentos terapêuticos destinados aos pacientes com Covid-19, entendendo que sua disponibilização e implementação podem favorecer a redução da morbimortalidade”.

As Diretrizes para Tratamento Hospitalar do Paciente com Covid-19 são baseadas em evidências e revisões sistemáticas de órgãos como a Organização Mundial da Saúde (OMS) e outras já publicadas internacionalmente, e foi construído com apoio da Associação Brasileira de Medicina e Emergência (ABRAMEDE); Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB); Associação Médica Brasileira (AMB); Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV); Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI); Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT) e Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR).

O documento esteve disponível para consulta pública no site da CONITEC até o final de maio de 2021, e atualmente, segue para apreciação da próxima reunião do órgão, a ser realizada no início de junho. Após esse processo, o documento final será publicado no Diário Oficial da União (DOU) no site da CONITEC.

Para o superintendente de Responsabilidade Social do Hospital Moinhos de Vento, Luis Eduardo Mariath, o projeto é estratégico para o fortalecimento do sistema de saúde no Brasil. “Temos um compromisso perene com o desenvolvimento e aprimoramento do Sistema Único de Saúde. Dentro desse contexto, um projeto como esse é fundamental para garantir o melhor cuidado de saúde diante do contexto brasileiro e dos recursos disponíveis no SUS”.

Para conhecer mais sobre o projeto Diretrizes, acesse o portal Hospitais PROADI-SUS: hospitais.proadi-sus.org.br/projetos/74/diretrizes.

Referências:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.