Hospital Materno Infantil realiza workshop sobre período expulsivo do parto

A Gerência de Enfermagem do Hospital Materno Infantil (HMI), de Goiânia (GO), em parceria com o programa de residência em Enfermagem Obstétrica, promoveu no dia 20 de janeiro workshop com a temática “Assistência de Enfermagem no Período Expulsivo do Trabalho de Parto”, ministrado pela enfermeira obstétrica do HMI, Priscila Salomão. O seminário foi voltado para todos os profissionais de Enfermagem que atuam na área da obstetrícia da unidade, da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL) e demais unidades de saúde de Goiás, além de estudantes de Enfermagem.

Os enfermeiros obstetras são aptos a realizar partos de gestações entre 37 e 41 semanas; quando a mãe e o bebê não apresentam doenças; e desde que o bebê não seja muito grande, pesando acima de 4 quilogramas, e nem muito pequeno, indicando problema de desenvolvimento. Partindo deste princípio, a palestrante explicou e também exibiu vídeos sobre os métodos que podem ser aplicados para realizar partos humanizados. “Nós devemos utilizar métodos não farmacológicos do alívio da dor, acolher a mulher, escutar, realizar massagens, utilizar o chuveiro, preservar o períneo. Enfim, mostrar que ela não tem que sofrer no parto”, destacou Priscila.

De acordo com a participante do curso, que também é enfermeira obstetra no HMI, Shirley Araújo, o curso mostrou a todos sobre como conduzir as pacientes utilizando de métodos não invasivos, que chegam a reduzir o tempo de trabalho de parto em atéduas horas. “Foi muito bem explicado e tenho certeza que ajudou muito a quem presta assistência, assim como ajudará a quem receber o cuidado”, disse a enfermeira. A residente de Enfermagem Obstétrica, Juliana Ferreira, concordou. De acordo com ela, os conhecimentos explicitados no curso são aplicados no dia a dia na residência, mas são conhecimentos totalmente novos para os alunos de graduação. “Saí da graduação há pouco tempo, e sei que na faculdade não aprendemos sobre esses métodos. Acredito que foi muito importante para os estudantes já terem contato com o tema, especialmente aqueles que querem se especializar nessa área”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.