Hospital Moinhos de Vento oferece curso de extensão para profissionais de Enfermagem

A carência mundial de profissionais da saúde, especialmente enfermeiros, faz com que a profissão atraia cada vez mais interessados. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que, em 2035, o déficit mundial de trabalhadores na área será de 12,9 milhões. Atualmente, a carência é de aproximadamente 7,2 milhões – dos quais 4,3 milhões correspondem a médicos e enfermeiros.

Embora a escassez seja mundial, os países em desenvolvimento são os mais afetados. Essa tendência foi evidenciada com a pandemia de Covid-19, que deu visibilidade aos protagonistas no enfrentamento da doença e valorizou áreas como a Enfermagem. A Faculdade de Ciências da Saúde do Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre (RS), registrou um aumento de 120% na procura pelo curso de graduação no último ano. No primeiro semestre de 2021, o número de matrículas foi 130% maior do que no segundo semestre do ano passado.

Pensando na qualificação desses profissionais, o Hospital Moinhos de Vento promove, nos dias 23 e 24 de julho, o Curso de Extensão em Cateter Central de Inserção Periférica (PICC). A tecnologia representa grande avanço na terapia intravenosa e sua utilização vem crescendo no meio hospitalar, estando associada ao menor risco de complicações mecânicas e infecciosas. Ao final do curso, o aluno será capaz de reconhecer as indicações e contraindicações do cateter, realizar a sua inserção, avaliar e intervir nas complicações associadas, além de promover a assistência fundamentada por referencial científico.

Em sua quarta edição, o curso passou por transformações devido ao momento atual. Eliane Réus Farias, uma das coordenadoras do curso e coordenadora Assistencial da Área Cirúrgica e do Time de Terapia Infusional, explica que  o conhecimento teórico será repassado de forma online e a aula presencial, precisou ser adaptada. “Na atividade prática, faremos o passo a passo em grupos reduzidos e salas separadas para manter o distanciamento”, acrescenta. Eliane observa ainda que o corpo docente do curso é composto por profissionais do próprio hospital, especialistas que estão na “beira do leito”, praticando e revisando as melhores práticas com as melhores tecnologias para realizar a inserção e a manutenção do cateter central por punção periférica.

As inscrições devem ser feitas pelo site do hospital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.