Hospital Pilar reúne especialistas para falar sobre o plano de retomada das atividades

192

O Hospital Pilar, de Curitiba (PR), promoveu em 20 de maio um webinar com foco no plano de retomada das atividades. O debate contou com a participação de médicos da Instituição de diferentes especialidades, incluindo: Eduardo Ditzel, infectologista, Fábio Ogata, coordenador das unidades de Pronto Atendimento, Hélcio Giffhorn – médico intensivista e coordenador da UTI, Elisa Bana, médica intensivista e Sandra S. Watanabe, anestesiologista.

O intuito foi apresentar aos profissionais da área de saúde quais são as estratégias adotadas para trazer segurança durante a pandemia pela Covid-19. Também durante o webinar, o diretor-presidente do Hospital Pilar, Rodrigo Milano, e o diretor-presidente da Hospital Care, Rogério Melzi, falaram sobre perspectivas com relação ao cenário atual e também o que esperam desse plano de retomada.

“Nesse momento é importante mostrar à sociedade o que vem sendo realizado para trazer segurança. Uma mensagem importante é que os pacientes mantenham o vínculo com os seus médicos e procurem o Hospital Pilar para serem encaminhados ao especialista indicado. Cuidar da saúde com regularidade é essencial para evitar que uma doença controlada se agrave e precise de um atendimento emergencial”, afirmou Milano.

Melzi destacou a coragem, a determinação e o profissionalismo de todos que atuam na Instituição. “Oferecemos todo o suporte em equipamentos e continuamos trabalhando na ampliação de infraestrutura do Hospital e na chegada de novas opções de tecnologia. Esses investimentos, aliados ao fluxo de atendimento desenvolvido pela equipe, são decisivos para um bom resultado no atendimento”, disse o executivo.

Segundo o infectologista Eduardo Ditzel, foram adotadas medidas importantes, como a separação física completa dos pacientes com suspeita de Covid-19 dos que não têm essa queixa. “Desde a emergência, internamento e alta os fluxos são totalmente separados. Estamos ainda com restrições de visitas, sendo que um grupo de trabalho avalia cada caso para trazer a melhor assistência e segurança a todos”, explica.

Fluxo de Atendimento do Hospital Pilar

O cuidado da Instituição para evitar o contágio começa já na recepção. Os pacientes, ao buscarem atendimento, são encaminhados conforme os sintomas apresentados. Os que possuem sinais respiratórios são atendidos na Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas e os pacientes que chegam com outras queixas são dirigidos ao Pronto Atendimento para outras patologias não respiratórias, uma unidade distinta, localizada na Rua Emilio de Menezes, 833 (rua dos fundos do Hospital Pilar). O objetivo é garantir a maior segurança durante a assistência conforme critérios legais de protocolos institucionais.

As duas unidades de Pronto Atendimento possuem equipe médica, enfermagem e técnicos habilitados com suporte pleno de equipamentos de proteção e tecnicamente habilitados para a estratégia das suas respectivas unidades de atendimento. Também as unidades contam com toda a infraestrutura e arsenais de materiais e medicamentos para qualquer necessidade dos pacientes.

O vídeo completo pode ser assistido por meio do link: