Hospital São Lucas Copacabana lança pós-graduação em terapia intensiva para enfermeiros

No atual cenário de alta demanda por leitos de UTI nos hospitais do Brasil, por conta da pandemia da Covid-19, a capacitação de profissionais de saúde para atuar em unidades de terapia intensiva se torna primordial. No Rio de Janeiro (RJ), o Hospital São Lucas Copacabana, em parceria com o Centro Universitário Gama e Souza, promove o curso de pós-graduação “Enfermagem em Terapia Intensa”, voltado para formação exclusiva de enfermeiros. As inscrições estão abertas e o número de vagas é limitado.

O curso contempla 44 disciplinas, totalizando 850 horas (cerca de 18 meses), sendo 360 horas para aulas teóricas e 490 de aulas práticas no Hospital São Lucas, no Rio de Janeiro. Entre as disciplinas estão: tecnologia em UTI, gestão de risco, ventilação invasiva e não invasiva e transplante de órgãos. “Elaboramos um plano curricular completo, tendo como diferencial a prática da terapia intensiva, vivenciando a complexidade no ambiente hospitalar em todas suas frentes”, ressalta Caroline Machado Chrispino, coordenadora responsável pela pós-graduação e enfermeira coordenadora do Bloco Crítico do hospital.

O São Lucas Copacabana é referência no desenvolvimento de estudos e pesquisas na área de terapia intensiva, além da formação de profissionais de alta complexidade. Desde 2003, o hospital realiza o curso de especialização voltado para capacitação de médicos intensivistas, tendo formado mais de 25 especialistas. “Trata-se do primeiro curso de pós-graduação voltado para enfermeiros com período de um ano e meio de formação. Esse curso vem somar-se a outros que o hospital já realiza na capacitação de profissionais da área de saúde, não apenas para médicos e enfermeiros. Nosso objetivo é ampliar essa capacitação, tendo como foco, além do ensino de disciplinas específicas, o uso de tecnologias de ponta e o atendimento humanizado com todos os pacientes”, explica Dr. Marcos Knibel, gerente de ensino e treinamento do Hospital São Lucas.

Para Knibel, a formação do profissional de saúde no Brasil, em geral, é deficitária na especialização de terapia intensiva. Segundo levantamento da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB), apenas 7.100 médicos atualmente são especializados na área. “Momentos de graves ocorrências, como a que estamos vivenciando no contexto da pandemia, ressaltam ainda mais a importância de capacitar profissionais absolutamente preparados para enfrentamento dessas situações emergenciais. Entretanto, independente da alta demanda por profissionais no atual contexto, sempre existirá a necessidade dessa formação especializada nos hospitais”, aponta o médico.

O curso quinzenal de pós-graduação “Enfermagem em Terapia Intensiva” será realizado aos sábados, das 8h às 17h, no Hospital São Lucas Copacabana. Serão oferecidas 15 vagas, com início para 15 de julho. Inscrições abertas pelo site: bit.ly/2O8mqlK ou pelo número (21) 96567-6150 (WhatsApp).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.