Imunizados, voluntários do Hospital São Vicente retomam atividades

Com a regressão da pandemia, diversos serviços considerados não essenciais voltaram a funcionar de forma parcial ou integral nas últimas semanas. A volta do “antigo normal” foi comemorada pelos membros do grupo voluntário Visita Vicente, que atuam no Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV), de Jundiaí (SP) e retomaram suas atividades nesta segunda-feira (21). Afastados desde 2020, os voluntários, já vacinados com as três doses da vacina contra Covid-19, passaram por treinamento de retorno com a enfermeira do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) do HSV, Diana Amaral.

Reunidos no anfiteatro da instituição, na última sexta-feira (18), os membros receberam orientações sobre a obrigatoriedade do uso de máscara nas dependências da unidade hospitalar, precaução de isolamento, higienização das mãos, proibição do uso de adornos e a confirmação do esquema vacinal completo. “Todo esse processo é fundamental para garantirmos a segurança deles dentro do hospital. Eles são uma extensão da assistência e desenvolvem um trabalho importante dentro dos princípios da humanização. Estamos aqui para proporcionar um retorno tranquilo e seguro para todos”, disse Diana.

Diante das incertezas e do medo, durante o isolamento social, diversos membros saíram do programa, desfalcando a equipe que, antes da pandemia contava com 110 pessoas e, atualmente, contabiliza 30 voluntários. “Estamos organizando um processo seletivo para completarmos o quadro de participantes. Em breve divulgaremos todas as informações necessárias para que os interessados em fazer parte do grupo se candidatem”, adianta a coordenadora do grupo, Cyzinha Toniolo.

Cyzinha ainda conta que os voluntários estavam animados e ansiosos para esse momento, mas a fim de preservar a saúde dos participantes, alguns projetos permanecem suspensos. “Inicialmente, retomamos o acolhimento dos visitantes e do centro cirúrgico, mas já estamos trabalhando para volta do trabalho desenvolvido na UTI e no serviço de cuidados paliativos, pois necessitam de uma atenção maior. Também temos um projeto futuro para o Pronto Atendimento, mas tudo isso será avaliado com muita cautela. Estamos felizes e cheios de planos para os próximos meses”, celebra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.