IoT terá papel fundamental para setor de saúde nos próximos anos

A pandemia acelerou a transformação de empresas, negócios e o modo de viver das pessoas. Algumas destas mudanças passaram até a ser permanentes. Dentre elas, a forma como as pessoas passaram a cuidar da saúde. Atendimento, exames laboratoriais, cirurgias e tantos outros processos têm, na tecnologia, papel fundamental, ao permitir consultas por videoconferência, por exemplo, ou o monitoramento de pacientes à distância a partir de ecossistemas de sensores conectados à internet instalados em aparelhos, objetos, móveis e wearables.

Esta inovação utiliza tecnologia IoT para gerar um fluxo de dados clínicos em tempo real que é essencial para o acompanhamento e tratamento de doenças crônicas, como diabetes e Alzheimer. A mesma solução também tem sido aplicada para melhorar a gestão dos hospitais, reduzindo custos operacionais, entregando mais eficiência energética e diminuindo a pegada de carbono.

O crescimento da utilização de dispositivos móveis e de IOT tem sido fundamental para garantir um melhor atendimento aos pacientes em hospitais de toda a América Latina. De acordo com Gartner Inc, o mercado mundial de eletrônicos e comunicações de endpoint governamentais de Internet das Coisas (IoT) totalizará, mundialmente, US$ 21,3 bilhões em 2022. Isso representa um aumento de 22% em relação a um total previsto de US$ 17,5 bilhões em 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.