Junho Púrpura – Distúrbios de aprendizagem: conhecer, perceber, enfrentar

A Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP) promove este mês a campanha ‘Junho Púrpura – Distúrbios de aprendizagem: conhecer, perceber, enfrentar’, cujo principal objetivo é ajudar os pediatras a identificar e orientar os pais sobre os distúrbios de aprendizagem e problemas de desenvolvimento em crianças, assim como levar informações às famílias, escolas, professores e demais profissionais que atuam com a faixa etária pediátrica.

A campanha é coordenada pelo Grupo de Trabalho de Desenvolvimento e Aprendizagem da SPSP, que conta com uma equipe multidisciplinar composta por pediatras, otorrinolaringologistas, oftalmologistas, neurologistas, entre outros especialistas. “Precisamos trazer o problema da escola para o consultório médico, para orientar pais e cuidadores e ajudar as famílias na difícil escolha de quais especialistas ou profissionais procurar”, diz Renata Di Francesco, coordenadora do GT de Desenvolvimento e Aprendizagem da SPSP e da campanha Junho Púrpura.

As dificuldades de aprendizagem não se referem apenas a um único distúrbio, mas sim a um conjunto de problemas – visuais, auditivos, emocionais, comportamentais, entre outros – que podem interferir no aprendizado de crianças que possuam condições adequadas e contextos favoráveis para tal. Já os transtornos de aprendizagem referem-se a alterações geneticamente determinadas em circuitos neurológicos específicos com prejuízos das habilidades cognitivas, interferindo na aquisição de aptidões, como escrita, leitura e raciocínio lógico-matemático.

Para Claudio Barsanti, coordenador das Campanhas da SPSP, profissionais que lidam com crianças precisam estar atentos à sua evolução e desenvolvimento e, enquanto participantes desse processo, ao perceber qualquer alteração, são obrigados a avaliar, questionar e encaminhar. “Quanto mais cedo for feito o diagnóstico, melhor será a condução do caso, com boas chances de minimizar os efeitos do distúrbio, se não curar”, afirma o pediatra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.