Médicas especialistas palestram no XVIII Congresso Brasileiro de Endometriose e Cirurgia Minimamente Invasiva

O CURA, um dos maiores centros de diagnóstico na cidade de São Paulo,  mais de 40 anos de experiência e uma das marcas do CURA Grupo, estará presente na XVIII Congresso Brasileiro de Endometriose e Cirurgia Minimamente Invasiva, promovido pela Associação Brasileira de Endometriose e Ginecologia Minimamente Invasiva (SBE). Duas renomadas especialistas de seu corpo clínico participarão, no dia 2 de abril, às 9h30, de uma mesa redonda, com o tema Endometriose no pós-operatório, coordenada por Ricardo Quintairos. O evento acontece de 31 de março a 2 de abril, no WTC Events Center, em São Paulo (SP), e consiste na primeira atividade presencial da entidade desde o início da pandemia.

Estará na mesa redonda a Professora Dra. Suzan Menasce Goldman, Professora Associada Livre Docente Departamento Diagnóstico por Imagem Escola Paulista de Medicina – UNIFESP, Coordenadora do Programa de Pós-Graduação de Radiologia Escola Paulista de Medicina – UNIFESP; Médica Especialista em Diagnóstico por Imagem do Abdômen, responsável pelo desenvolvimento de protocolos específicos para mapeamento de endometriose por Ressonância Magnética, responsável pelo desenvolvimento de protocolos avançados para o estudo da dor pélvica com comprometimento neural e Coordenadora de Ressonância Magnética do CURA, abordando como diferenciar a recidiva de fibrose por meio de exame de imagem usando Ressonância Magnética. A discussão contará ainda com a participação de Eduardo Schor, presidente da Associação Brasileira de Endometriose e Ginecologia Minimamente Invasiva (SBE), que abordará como diminuir a chance de recidiva.

Também haverá a participação da Dra. Ana Luísa Alencar De Nicola, Médica ultrassonografista com ênfase no estudo da pelve feminina, com experiência de 20 anos no diagnóstico da Endometriose, especialista em diagnóstico por imagem pelo Colégio Brasileiro de Radiologia e colaboradora do setor de Endoscopia Ginecológica da Santa Casa de São Paulo; falará sobre como diferenciar recidiva de doença da fibrose cicatricial comumente vista após as cirurgias, por meio do exame de imagem

O tema tem grande relevância para o público participante. Pois, atualmente, uma das grandes dificuldades do acompanhamento das pacientes de endometriose é estabelecer se possuem apenas fibrose ou se há persistência ou recidiva de processo de endometriose, após a terapia, seja ela cirúrgica ou clínica. Desta forma, um dos focos da explanação das especialistas do CURA, será exatamente mostrar que a ultrassonografia e a ressonância magnética, somados à experiência do médico radiologista, permitem a diferenciação entre essas duas entidades (fibrose ou recidiva), facilitando programação terapêutica dessas pacientes.

Além da aula, o CURA evidenciará aos participantes do Congresso seu portfólio avançado de exames realizados, tanto para diagnóstico e tratamento da endometriose, como a Ultrassonografia com protocolo para mapeamento de endometriose, Ultrassonografia Transvaginal, Ressonância Magnética e Ultrassonografia da Pelve, e Histerossalpingografia; como os exames e protocolos de última geração que são ligados a saúde da mulher no geral, como Eletroneurografia, Defecograma, Protocolos especiais de Ressonância Magnética, Ultrassonografia de Mamas e Mamografia, Papanicolau, Colposcopia e Vulvoscopia, Ultrassonografia da Tireoide e Análises Clínicas.

CURA mulher: espaço dedicado aos exames da mulher

A ida ao médico frequentemente e a realização de exames preventivos – têm importância significativa no processo de bem-estar e longevidade das mulheres não só no processo de tratamento da endometriose como de outras doenças.

Pensando em otimizar o tempo e, principalmente, em ampliar a experiência de suas pacientes, o CURA – Medicina Diagnóstica criou o CURA Mulher, um espaço exclusivo, que oferece estrutura especializada e centralizada em exames para o público feminino e que limita a circulação de homens, visando um ambiente ainda mais acolhedor e intimista.

Um dos diferenciais desta área personalizada é a possibilidade de realizar diversos exames em uma única sessão, oferecendo mais agilidade e comodidade. Além disso, o CURA Mulher dispõe do que há de melhor e mais avançado em tecnologia médica, com atendimento humanizado e equipes altamente qualificadas em diagnósticos, incluindo Sistema Digital DR, que armazena com alta precisão imagens e diagnósticos, permitindo comparações entre os diagnósticos e acesso dos mesmos à distância.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.