Novo equipamento de ultrassonografia mudará vida de pacientes obesos e ampliará precisão de diagnóstico de imagem

1371

Imagine quantos pacientes acima do peso ideal enfrentam um problema real e sério: não conseguem ter acesso a nenhum exame de imagem porque o túnel da circunferência da tomografia e da ressonância é estreito demais. Caso adoeçam ou precisem ser examinados ou diagnosticados, os pacientes obesos não são contemplados por tratamentos eficazes, pois os exames convencionais de Ultrassonografia apenas atravessam os 10 primeiros centímetros de tecido com resolução razoável, o restante se perde deploravelmente pela deterioração do sinal emitido. Essas pessoas, portanto, por estarem bem acima do peso ideal, quando precisam, não têm acesso a nenhum recurso de imagem para diagnosticar qual é o problema. Ou melhor dizendo, não tinham.

Chegou ao Brasil em outubro de 2019 o primeiro equipamento de ultrassonografia equipado com a sonda DAX (Transdutor Abdominal Profundo), que pode penetrar até 40cm de profundidade e é capaz de examinar esses pacientes, sem nenhuma perda de resolução, com excelente definição, permitindo acesso ao exame investigativo do problema em pacientes de qualquer peso, gordos ou magros.

Esse equipamento, o ACUSON Sequoia o primeiro da América Latina e único no Brasil, foi importado pela Sonimage, cuja responsável técnica é a Dra. Lucy Kerr, médica formada pela USP e especialista em ultrassonografia no Brasil, América Latina e Estados Unidos.

A Sonimage prima por ser destaque na área de Ultrassonografia brasileira desde 1982, quando foi fundada pela médica, pioneira na área de Ultrassonografia no Brasil, tendo introduzido no país também o estudo Doppler, as sondas superficiais de alta resolução, as sondas endovaginais e a Elastografia, quando o laboratório que comanda importou o equipamento, também pioneiro na América Latina, o AS 2000 da Siemens. A Sonimage, ao primar por estar sempre à frente, torna-se mais uma vez um exemplo de excelência no diagnóstico por imagem de métodos inócuos, mas com alta performance diagnóstica.

Equipamento penetra nas camadas mais profundas do corpo humano

O atual equipamento ACUSON Sequoia tem a habilidade ímpar para examinar com resolução excepcional inúmeras estruturas superficiais do corpo humano como a mama, tireoide, paratireoide, testículo, próstata, glândulas salivares, tecidos de partes moles superficiais, linfonodos, vasos, músculos, tendões. Permitindo, também, o diagnóstico através do exame tríplice, que associa a Ultrassonografia com o Doppler e a Elastografia no mesmo exame, interpretados pelo mesmo examinador e permitindo, assim, obter o máximo do diagnóstico de cada um dos métodos, uma vez que a falha de um dos exames pode ser corrigido pelo acerto do outro.

O novo equipamento ACUSON Sequoia da Siemens Healthineers foi resultado de primoroso desenvolvimento científico, secretamente desenvolvido pela empresa ao longo de vários anos e que conseguiu vencer uma das maiores dificuldades da Ultrassonografia – a penetração nas camadas mais profundas do corpo humano. Foi um verdadeiro salto tecnológico obtido pela companhia, ao ser capaz de transformar um sinal fraco do feixe de ultrassonografia emitido pela sonda que examina os órgãos e os tecidos e que se deteriora rapidamente ao penetrar no organismo nos equipamentos de US convencionais, mas que é aumentado e potencializado a cada centímetro de tecido percorrido no Sequoia, de tal forma que uma penetração final muito maior é atingida.

Esse novo equipamento não se presta apenas para exame de obesos, mas para todos os tipos de ultrassonografia pois também é de aumentar a penetração e resolução do estudo Doppler, que agora é possível também ser realizado em obesos e a Elastografia em particular. Sabemos que muitos pacientes desse grupo têm esteatose (gordura) e fibrose no fígado, que precisaria ser quantificada pela Elastografia, mas os equipamentos convencionais não conseguem atingir a profundidade necessária. Este novo equipamento está conseguindo contornar todas as dificuldades que, anteriormente, a ultrassonografia possuía e colocando-se bem à frente até dos outros exames de imagem, como a tomografia computadorizada e a ressonância magnética.

Num mundo que cada vez mais procura evitar o excesso de radiação médica, o ACUSON Sequoia veio para ganhar uma dianteira apreciável em relação aos outros métodos que utilizam a radiação ionizante ou meios de contraste, muitas vezes impossíveis de serem utilizados por pacientes que têm problemas renais e alérgicos.

O pioneirismo da Sonimage ao oferecer um método alternativo de diagnóstico para obesos e para aqueles que não podem se utilizar de meios de contraste em exames abdominais visa preservar cada vez mais a saúde de seus pacientes no momento dos exames médicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

treze − treze =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.