Novo estudo aponta que recurso de suporte a decisão clínica ajuda a reduzir erros médicos

A Wolters Kluwer Health divulgou um estudo publicado em janeiro, no International Journal of Medical Informatic, que correlaciona diretamente o uso do recurso de suporte à decisão clínica UpToDate com a redução de erros médicos. Os profissionais da saúde do Tokyo Joto Hospital (um hospital comunitário em Tokyo, Japão) que utilizaram a ferramenta apresentaram uma taxa significativamente menor de erros de diagnósticos se comparado com o grupo que não fez o seu uso (2% versus 24%). Foi destaque ainda no estudo o impacto do recurso de suporte à decisão clínica da Wolters Kluwer na redução da variabilidade de cuidados, aumentando assim a segurança do paciente e melhorando a eficácia clínica da instituição japonesa.

No Brasil, cerca de 829 pessoas morrem diariamente em hospitais públicos e privados por falhas que poderiam ser evitadas, segundo o Anuário da Segurança Assistencial Hospitalar, desenvolvido pelo IESS (Instituto de Estudos de Saúde Suplementar) em parceria com a Faculdade de Medicina da UFMG. O número equivale a três mortes a cada cinco minutos.

O estudo que demonstrou a redução de erros médicos no Japão

A pesquisa teve início em 2016, depois que pesquisadores do Johns Hopkins estimaram que os erros médicos ocupariam a terceira posição entre as principais causas de mortes nos Estados Unidos. Nela, a equipe dos Doutores Taro Shimizu, Takaaki Nemoto e Yasuharu Tokuda procurou avaliar como os sistemas baseados em computadores poderiam ajudar na prevenção e redução de erros de diagnósticos. Os profissionais conduziram o estudo no Tokyo Joto Hospital, um hospital comunitário em Tokyo, Japão.

“Erros de médicos são comuns. Um em cada 10 diagnósticos estão incorretos e uma entre cada três pessoas já vivenciou um erro de diagnóstico. Esse problema é responsável pela maior proporção de reclamações relacionadas à negligência e pelos maiores desembolsos nos Estados Unidos”, exemplifica Peter Bonis, MD, médico-chefe de efetividade clínica da Wolters Kluwer, que acrescenta: “O novo estudo demonstra que recursos baseados em evidência, como o UpToDate, podem fazer uma diferença substancial no processo do diagnóstico”.

A pesquisa “Efetividade de um sistema de suporte ao conhecimento clínico para reduzir erros de diagnóstico no atendimento ambulatorial do Japão: um estudo retrospectivo” foi publicada na Edição Janeiro de 2018 do International Journal Of Medical Informatics.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.