Hospital São Vicente: Obras da UTI destinada a pacientes gerais e cardiológicos é concluída

Na sexta-feira (1), o Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV), de Jundiaí (SP), deu mais um importante passo para a modernização de suas instalações. Concluiu as obras de sua Unidade de Terapia (UTI) II, destinada a assistência de pacientes de alta complexidade em clínica geral e cardiologia. A obra foi realizada com recursos provenientes do Governo do Estado de São Paulo, por meio do programa “Mais Santas Casas”. Com o espaço totalmente reestruturado, a melhoria possibilitará a habilitação de novos leitos de UTI para o município junto ao Ministério da Saúde (MS).

“São inúmeros os avanços que temos acompanhado no Hospital São Vicente nestes últimos anos e isso faz parte da responsabilidade que assumimos, em ter neste município uma saúde de qualidade. Sabemos do imenso potencial de todos os profissionais que atuam lá, por isso nunca medimos esforços em reformar a quimioterapia, entregar o Ambulatório de Ortopedia, dar início à revitalização de todos os quartos e muitas outras melhorias que temos observado. Com a entrega desta nova UTI, ampliamos a qualidade da assistência que oferecemos a nossa população, num ambiente digno, novo e com resolutividade”, destaca o prefeito Luiz Fernando Machado.

“A reforma faz parte do projeto de readequação de todos os leitos de UTI do hospital, do total de 242 leitos, 60 são de UTI”, explica o superintendente do HSV, Matheus Gomes. “Isso possibilitará um atendimento com um grau ainda mais elevado de qualidade, num ambiente mais bem estruturado, com tecnologia de ponta, adequado para a realidade atual do hospital, que realiza 24 mil atendimentos ao mês e é referência para 900 mil habitantes da região”.

Em detalhes

Localizado no segundo andar, praticamente no coração do hospital, o espaço ganhou quase o triplo de sua área anterior, saindo de 180 m² para 447 m². A amplitude e distribuição dos leitos, otimizam a visualização dos pacientes internados. Cada detalhe foi planejado priorizando os padrões de qualidade, humanização, segurança e acessibilidade, proporcionando maior bem-estar aos usuários.

A unidade passa a contar com dois isolamentos, usados na assistência de pacientes em estado grave e que necessitam de restrição de contato. Toda a área foi equipada com sistema de climatização dutado com renovação de ar, ampliando a qualidade e a segurança do ar interno.

A modernização da UTI II incluiu desenvolvimento do projeto, planejamento – uma vez que a unidade sempre esteve em operação; estrutura, alvenaria, adequação de piso, substituição de janelas, instalação elétrica e hidráulica, pintura, aquisição de equipamentos e mobiliários.

O valor do investimento – de R$ 3 milhões -, proveniente do “Mais Santa Casa”, além de propiciar a completa reforma da UTI, também é utilizado para a reforma e adequação do setor de Saúde Mental, localizada no prédio junto ao Pronto Atendimento Central. O espaço segue as obras para a reforma e modernização do setor. A previsão é de que as melhorias sejam concluídas em 90 dias. Ainda dentro do projeto focado nas UTIs, a próxima a receber melhorias será a de número III, destinada a pacientes neurológicos.

“Com planejamento e austeridade nos investimentos, melhoria de fluxos e eficiência na gestão, o HSV passou de um hospital em situação crítica, no início de 2017, para uma instituição de referência estadual, em estrutura, resolutividade e qualidade que vai além do corpo clínico consagrado”, comenta o gestor de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi. Lembrando que a instituição recebe, desde 2019, os investimentos realizados pelo Programa Acolha um Quarto, Conforte Vidas, realizado em parceria com a iniciativa privada, para a revitalização de todos os quartos do prédio centenário, e que já está em sua segunda fase.

Após adequações, UTI Geral e Cardiológica recebe primeiro paciente

Entregue na última semana, a nova UTI Geral e Cardiológica do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV), recebeu na tarde desta segunda-feira (4), seu primeiro paciente. Internado desde o dia 28, Cristian Meitling, de 50 anos, precisou de atendimento médico após sofrer um infarto agudo do miocárdio. Cheio de elogios, o paciente aproveitou a ocasião para agradecer e compartilhar sua experiência no local.

“Entre todas as reformas que o hospital está fazendo, essa com certeza foi essencial para a unidade e principalmente para nós, pacientes, que muitas vezes precisamos deste serviço por várias semanas. Aos meus olhos, desfrutando do privilégio em ser o primeiro paciente desta ala, o São Vicente é referência para atendimento e agora, com este novo espaço totalmente ampliado, confortável e bonito, muito mais pacientes serão acolhidos e bem tratados assim como eu estou sendo. Agradeço as equipes que me acompanharam e me acompanham até este momento, sempre com muito carinho, cuidado e zelo. Todos trabalham com amor e, principalmente, com humanização”, evidencia Cristian.

Localizado no segundo andar, praticamente no coração do hospital, o espaço ganhou quase o triplo de sua área anterior, saindo de 180 m² para 447m². A amplitude e distribuição dos leitos, otimizam a visualização dos pacientes internados. Cada detalhe foi planejado priorizando os padrões de qualidade, humanização, segurança e acessibilidade, proporcionando maior bem-estar aos usuários.

A técnica de enfermagem, Regina Germano Correa, de 44 anos, é colaboradora da unidade e ressalta a importância da revitalização. “Está tudo adequado da melhor forma para assistência aos nossos pacientes. Um espaço mais amplo para as demandas do nosso dia a dia com os internados nos assegura em casos de procedimentos de emergência. Em nome de toda a equipe nós agradecemos o carinho que tiveram na reforma desta unidade, muito mais confortável e aconchegante também para nós, colaboradores”, concluí a profissional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.