Parceria permitirá atender à demanda dos países por vacinas contra a Covid-19

A MedAccess, a Open Society Foundations e a Aliança Global de Vacinas Gavi anunciaram hoje um novo Mecanismo de Partilha de Riscos para ajudar os países a adquirir mais doses de vacina da Covid-19. Os fundos aportados, de valor total de US$ 200 milhões, serão usados para ajudar os países a dar mais proteção a suas populações e cumprir o objetivo da COVAX: tornar a aquisição de vacinas da Covid mais sustentável e mais adaptada às necessidades de cada país.

O Compromisso de Mercado Avançado COVAX da Gavi (Gavi COVAX AMC na sigla em inglês) fornece vacinas da Covid-19 gratuitamente para 91 dos países de menor renda do mundo para apoiar suas estratégias nacionais de vacinação. Até o momento, mais de 1,2 bilhões de doses da vacina já foram enviadas a países participantes do compromisso. Os países participantes do AMC também têm acesso ao Mecanismo de Partilha de Custos COVAX, que permite aos governos solicitar mais doses da vacina usando recursos nacionais ou via crédito de baixo custo oferecido por parceiras do Banco Multilateral de Desenvolvimento (BMD), permitindo-lhes assim imunizar mais pessoas mais rápido.

Os novos fundos de garantia visam aumentar a utilização do Mecanismo de Partilha de Custos ao facilitar o financiamento dos pedidos de vacinas. A MedAccess vai aportar US$ 100 milhões para uso como garantia, permitindo assim que a COVAX faça mais pedidos do imunizante das fabricantes em nome dos países participantes do AMC que optarem por participar da partilha de custos. Ao comprar vacinas através da COVAX, os países se beneficiam de preços por dose mais baixos que foram negociados para uma série de vacinas da Covid-19.

A Open Society Foundations se juntou à MedAccess e fornecerá até US$ 100 milhões adicionais como garantia para compras de vacinas. O recurso será aportado através do Fundo de Desenvolvimento Econômico Soros. Com estes fundos de garantia, a COVAX terá recursos para atender às solicitações dos países de comprar mais doses em caso de um choque futuro ou de um pico de demanda.

“A Covid-19 causou enormes estragos nos sistemas financeiros e de saúde de todos os países”, disse Michael Anderson, CEO da MedAccess. “Os doadores contribuíram com enormes somas de dinheiro para impulsionar os pedidos iniciais de vacinas feitos no âmbito da COVAX, mas mecanismos inovadores de financiamento podem gerar ainda mais valor. Nosso apoio à Gavi permitirá à COVAX trabalhar com os países para acelerar o acesso a essas vacinas essenciais e dar a seus programas [de imunização] uma base mais sustentável”, completou.

“Soluções de financiamento inovadoras são cruciais para o sucesso da vacinação global em 2022”, afirmou dr. Seth Berkley, CEO da Aliança Global de Vacinas Gavi. “Nossa parceria com a MedAccess, graças ao apoio da Open Society Foundations, permitirá que os países tenham acesso a recursos adicionais por meio do compartilhamento de custos da COVAX, os ajudando a atingir as metas estabelecidas em suas estratégias nacionais de vacinação e a responder a incertezas e riscos, como o surgimento de novas variantes. Juntos, podemos derrotar o Covid-19”, acrescentou.

“A desigualdade no acesso às vacinas nos países pobres é um dos maiores fracassos globais coletivos do nosso tempo”, afirmou Mark Malloch-Brown, presidente da Open Society Foundations. “Desde o início da pandemia, a Open Society tem respondido de diversas maneiras para garantir que as pessoas mais vulneráveis tenham o mesmo acesso equitativo a vacinas, terapias e diagnósticos que as dos países ricos. O Mecanismo de Partilha de Custos da COVAX é uma alternativa importante para assegurar que os governos tenham a autonomia para determinar, em seus próprios termos, se, como e quando vão adquirir doses de baixo custo para suas populações”, explicou.

O Mecanismo de Partilha de Custos COVAX foi lançado em parceria entre a Gavi, o Banco Mundial e o Banco Asiático de Desenvolvimento em julho de 2021. Desde então, o Banco Europeu de Investimento também aderiu, aportando € 300 milhões em financiamento para países que queiram comprar doses adicionais através do mecanismo. Os países com programas de vacinação aprovados pelo BMD podem fazer pedidos de aquisição de doses adicionais de vacinas através da COVAX. Até o momento, a Gavi já encomendou 140 milhões de doses adicionais de vacinas através do esquema de partilha de custos em nome de 15 países participantes do AMC, perfazendo um valor total de US$ 800 milhões.

Os países especificam o tipo de vacina, o número de doses e a janela de entrega desejada, e a COVAX então agrega as diferentes demandas e faz pedidos de aquisição de acordo com os acordos de opção de compra celebrados com fabricantes. O BMD faz a confirmação de pagamento, o que permite à COVAX confirmar seu pedido. O suporte prestado pela MedAccess e pela Open Society significa mais apoio para Gavi durante o período desde o exercício da opção de compra e a confirmação do pagamento pelo país. Sem as garantias, a Gavi seria obrigada a manter os fundos aportados pelos doadores como reserva. Esta garantia proporciona independência financeira à Gavi, o que beneficia diretamente os países parceiros do AMC.

Em 8 de abril de 2022, a Gavi realizará a Cúpula Gavi COVAX AMC 2022, co-sediada pela Alemanha. A aliança global de vacinas tem como objetivo angariar pelo menos US$ 5,2 bilhões em apoio financeiro urgente para a COVAX, incluindo US$ 3,8 bilhões em financiamento de doadores para países de baixa renda apoiados pelo Compromisso de Mercado Avançado COVAX da Gavi (Gavi COVAX AMC na sigla em inglês). Pelo menos US$ 1 bilhão dos US$ 5,2 bilhões virão na forma de partilha de custos.

Até o momento, a COVAX já enviou mais de 1,4 bilhões de doses de vacinas da Covid-19 para 144 países e territórios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.