Precisamos falar sobre Acreditação: metodologia deixa hospitais mais seguros, mas ainda é pouco divulgada

O caso do médico anestesista preso por estupro de vulnerável, no Rio de Janeiro, na madrugada da segunda-feira (11), chocou o país. Casos como esse, reforçam a necessidade do Brasil de investir em segurança do paciente. Conforme o fundador, sócio e CEO da Quality Global Alliance (QGA), Dr. Rubens Covello, o processo de Acreditação é fundamental para garantir a segurança dos pacientes e dos processos nas unidades de saúde.

“Na prática, a Acreditação Internacional institui o uso de documentação confiável, melhora os processos com cuidados baseados em evidências e padronização, entre outras ações que refletem diretamente na qualidade e segurança do atendimento”, explicou o especialista.

Dr. Rubens reforçou que, desde a pandemia do Covid-19, a necessidade de protocolos seguros nos hospitais foi evidenciada e que a eficiência em saúde passou a ser mais do que desejável, mas essencial para a sobrevivência das organizações. Por isso, é importante que as instituições busquem pela Acreditação, com foco no reconhecimento e aplicação das melhores práticas em saúde, desde a alta gestão até a operação.

O especialista ainda explicou que a Acreditação internacional abre caminho para que as organizações brasileiras acessem padrões globais de excelência e inovação, possibilitando que elas avaliem a qualidade da prestação de serviços no local de atendimento e incorporem uma cultura de qualidade, segurança e cuidado centrado no paciente e família em todos os aspectos.

“O efeito disso é imediato. Com a Acreditação as unidades adquirem uma gestão eficiente de materiais, equipamentos e pessoas”, destacou Covello.

Apesar de a Acreditação Internacional ser de extrema importância, ainda há poucos hospitais no Brasil que instituíram a metodologia. O Dr. Rubens reforçou que esses processos também podem ser instaurados em outras organizações de saúde, incluindo clínicas, atendimentos domiciliares, laboratórios, bancos de sangue, entre outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.