Programa de Residência Multiprofissional em Saúde tem inscrições prorrogadas

O Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da PUC-Campinas prorrogou as inscrições para o dia 5 de janeiro. Os candidatos podem escolher entre quatro modalidades: Saúde da Criança, Saúde da Mulher, Urgência e Trauma, e Intensivismo. Com regime de dedicação exclusiva e duração de dois anos, os profissionais selecionados para participar do Programa recebem uma bolsa de estudo do Ministério da Saúde em parceria com Ministério da Educação. Podem se inscrever profissionais graduados em curso de graduação em Ciências Farmacêuticas, Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional.

O grande diferencial do Programa é a possibilidade de desenvolver atividades práticas no Hospital Universitário PUC-Campinas e Unidades Básicas de Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Campinas. “São projetos de linha de cuidado que contribuem para qualidade de assistência a comunidade de Campinas e região”, afirma a coordenadora geral do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde, Gabriela Marchiori Carmo Azzolin.

Cada modalidade do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde tem um coordenador responsável pelo direcionamento, organização e planejamento dos projetos. A professora do curso de Enfermagem, Gabriela Azzolin, coordena o Programa de Saúde da Criança. A professora do curso de Psicologia da PUC-Campinas, Karina de Carvalho Magalhães está à frente do Programa de Saúde da Mulher. O Programa Urgência e Trauma é coordenado pelo professor do curso de fisioterapia da PUC-Campinas, Airton José Martins, e o Programa de Intensivismo, pela professora do curso de enfermagem da PUC, Monica Costa Ricarte.

Todos os coordenadores ressaltam o impacto das atividades práticas dos residentes no Hospital PUC-Campinas e nas Unidades Básicas de Saúde. Um dos projetos desenvolvidos no âmbito do Programa de Saúde da Criança é o “Saúde na Escola”. De acordo com a professora Gabriela Azzolin, outro diferencial do Programa é a clínica ampliada, uma abordagem multiprofissional dos atendimentos. “No caso das visitas aos recém-nascidos já em casa, realizadas com apoio logístico da PUC-Campinas, as equipes são compostas por enfermeira, fonoaudióloga, nutricionista, fisioterapeuta, dentista, terapeuta ocupacional, nutricionista, farmacêutico, psicólogo e assistente social”, explicou.

Os profissionais que optam pelo Programa de Saúde da Mulher participam de ações na Unidade Básica de Saúde Satélite Iris II, com foco na assistência a mulher e gestante. No Programa de Urgência e Trauma há uma atividade de treinamento de agentes de saúde da rede municipal de Campinas para atendimentos de urgência, como infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral (AVC). Já no Programa de Intensivismo, direcionado à quatro áreas específicas – Enfermagem, Nutrição Fisioterapia e Farmácia – as atividades práticas são idealizadas a partir de demandas que chegam do Hospital. “Todas estas atividades e projetos têm um impacto muito grande na formação dos alunos. Eles se sentem inseridos no processo do trabalho como um todo, percebem a importância que têm na recuperação dos pacientes e na vida da comunidade”, destacou a coordenadora geral do Programa de Residência, Gabriela Azzolin.

Para se inscrever e para mais informações clique aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.