Projetos sociais e eventos científicos na mira dos oftalmologistas

1516

A nova diretoria da Associação Paranaense de Oftalmologia (APO), eleita em novembro passado para a gestão 2019/2010, dá seus primeiros passos do ano, no trabalho de valorização da classe. Encabeçada pelo oftalmologista Dr. Arthur Rubens Cunha Schaefer, a nova diretoria anuncia a realização de eventos presenciais em todas as regiões do estado, vigilância e ações contra o exercício ilegal da medicina oftalmológica, engajamento em projetos sociais, maior representatividade no estado com o aumento do quadro associativo, além do fortalecimento da entidade junto à sociedade.

“A diretoria eleita assume a APO com uma herança muito positiva da gestão anterior, que avançou na equalização das finanças, restabeleceu a credibilidade da entidade no cenário nacional, e retomou importantes parcerias com os laboratórios para realização de ações sociais e eventos científicos”, afirmou o Dr. Arthur Schaefer.

Segundo ele, o objetivo é dar continuidade ao bom trabalho realizado na gestão do ex-presidente Marcello Fonseca, e também buscar novos horizontes, visando aumentar seu quadro associativo. “Estamos conectados com as expectativas dos nossos colegas e, ao longo do ano, vamos implementar vários projetos que beneficiem os associados”, pontuou.

Eventos Científicos

No campo científico, a diretoria eleita pretende fortalecer os laços com as sociedades do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. “O embrião foi gerado no ano passado, em Curitiba, com a realização do Congresso Sul-Brasileiro, que contou com mais de 600 médicos inscritos. Este ano realizaremos em Porto Alegre um congresso inovador, em formato de arena, com palestrantes nacionais e internacionais”, destacou o novo presidente da APO. Ele afirmou também que os médicos do interior serão prestigiados, com eventos presenciais em todas as regiões e ações visando maior aproximação da classe.

Projetos sociais

No campo de ações sociais a nova diretoria criou uma comissão para ampliar as parcerias público-privadas, que resultaram em um projeto pioneiro e de grande alcance social na área da oftalmologia. Cerca de 15 mil crianças de escolas públicas de todo estado fizeram exames gratuitos e perto de 4 mil lentes corretivas foram doadas, num trabalho encabeçado pela APO e desenvolvido em parceria com o Governo e Judiciário. A expectativa nesse ano é mais uma vez contar com o trabalho voluntário dos associados, e promover a saúde ocular em comunidades que não tem acesso.

Clube de Benefícios

Os associados vão contar com clube de benefícios com empresas parceiras em diferentes ramos, tais como hotelaria, gestão de finanças, setor contábil, segurança, investimentos, área educacional, comércio, entre outras. No site da APO, serão disponibilizadas novas ferramentas, como calculadoras cirúrgicas, de risco de glaucoma e periódicos. Também será estreitada a comunicação com o público em geral, com campanhas e informes sobre doenças oftalmológicas, vídeos explicativos gravados pelos associados para uso nas redes sociais, além de um georeferenciamento para pacientes possam localizar profissionais para atendimento ocular em sua região.

Defesa da classe

As atividades da nova diretoria já tiveram início em dezembro, com a contratação de um escritório de advocacia especializado na área de saúde, para traçar novas estratégias, visando combater a invasão de não médicos em áreas exclusivas de atuação oftalmológica. “Estamos em contato com o departamento jurídico do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, e das entidades representativas nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, para uma forte atuação em defesa da classe e da saúde ocular da população paranaense”, disse Arthur Schaefer.

Deixe seu comentário