Rede Proteção Solidária doa 70 mil máscaras de proteção facial para profissionais de saúde que atuam no combate à Covid-19

55

Com o objetivo de auxiliar a área da saúde no Brasil a enfrentar a pandemia do novo coronavírus que estamos vivendo, a Rede Proteção Solidária, ONG que busca apoiar a proteção daqueles que atuam na linha de frente do combate à Covid-19, realiza uma campanha para promover a doação de milhares de EPIs a profissionais do sistema público de saúde do País.

A ação, que estipula a oferta de 70 mil máscaras de proteção facial à eles, sendo 40 mil do modelo face shields e outras 30 mil cirúrgicas, já está ocorrendo e beneficiando profissionais de saúde de diversas regiões do Brasil.

Tudo isso, graças a uma parceria entre o Juntos no Combate (projeto da Hospitalar – evento que é considerado o ponto de encontro dos distribuidores e fornecedores de equipamentos hospitalares, laboratoriais, de emergência e de transporte, entre muitos outros – com o Instituto Horas da Vida, organização social sem fins lucrativos que funciona como um hub em saúde), que gerenciou a captação dos materiais que seriam doados; e a Intermodal South America (o maior evento da América Latina para os setores logístico, de transporte de cargas e de comércio exterior), que, por sua vez, foi em busca de parceiros logísticos que pudessem ajudar a viabilizar esta campanha.

Um deles foi a West Cargo, empresa especializada no transporte rodoviário de cargas, que aceitou participar voluntariamente da iniciativa, cuidando de parte da logística de entrega dos EPIs. Os produtos foram retirados em São Paulo e entregues no Paraná. “Vemos que essa é uma iniciativa importante e estamos fazendo a nossa parte, ajudando. Se cada empresa fizer um pouco, podemos ter uma realidade diferente e melhor, e sairmos vitoriosos desta pandemia”, afirma a gerente administrativa da companhia, Kelly Martins.

Outra empresa que topou o desafio foi a SuzanLog Logística, que também realiza, com frequência, ações sociais e de sustentabilidade. Para eles, é importante colaborar com empresas e instituições que apoiam pilares de responsabilidade social e de proteção ao meio ambiente. A estrutura de transportes da empresa atende o segmento de entregas fracionadas na capital e no interior de São Paulo.

“A SuzanLog incentiva e participa de ações sociais e de sustentabilidade, e direciona recursos financeiros e/ou infraestrutura para tornar muitas delas possíveis”, diz o diretor da SuzanLog no Brasil, Edgar Gangi.

Rede Proteção Solidária – Em meio à quarentena imposta pela pandemia do Covid-19, e com todas as restrições e adaptações necessárias à nova rotina, pessoas de diversas formações e regiões da capital paulista encontraram tempo para transformar em ação o desejo compartilhado de auxiliar os profissionais da saúde, tão essenciais nessa batalha.

A Rede Proteção Solidária nasceu da parceria de profissionais do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da USP com quatro instituições de ensino que abriram seus espaços makers para a produção e montagem de acessórios de proteção individual.

“Criamos um formulário, que disponibilizamos para todos os interessados em nossas doações. Depois, divulgamos este material em nossa rede de apoio, formada por voluntários das escolas envolvidas no projeto. A partir das informações que vão chegando via formulário, nosso pessoal responsável pela distribuição define a quantidade e as instituições que serão contempladas pelas doações. Inclusive, temos sido bastante elogiados pela qualidade dos produtos doados”, explica a responsável pela comunicação da Rede Proteção Solidária, Patrícia C. A. Alessandri.

E os planos de doação da instituição não param por aí, pelo menos por enquanto. A ONG tem o objetivo de dobrar o projeto para contribuir ainda mais neste momento de pandemia, pois acredita que este é um contexto importante, especialmente na rede pública de saúde. “Para alcançar este objetivo, precisamos de verba e insumos para continuar nossa produção. Esse é o nosso grande desafio neste momento”, finaliza Patrícia.

Juntos no Combate – A Campanha Juntos no Combate envolve as mais de 1.200 marcas de saúde que participam da Feira Hospitalar e também empresas parceiras do evento e do Instituto Horas da Vida. O projeto tem o apoio também da CMB (Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas), do Sindhosfil (Sindicato das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Filantrópicos do Estado de São Paulo); e da CNSaúde (Confederação Nacional de Saúde). A ação conta ainda com o patrocínio da SAP, líder mundial do mercado de aplicações de softwares corporativos.

Informações: bit.ly/2B15uao

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

7 − 7 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.