Respiradores importados chegam ao Brasil e serão doados para oito estados

36

Os respiradores, equipamentos essenciais no combate à pandemia do Covid-19, importados pelo Santander Brasil e Vivo para doação à rede pública de saúde, acabam de chegar ao Brasil e serão doados para oito estados. Com apoio técnico e logístico do programa Todos pela Saúde, serão doados 50 equipamentos para São Paulo e Rio de Janeiro, 20 para Pernambuco, Roraima, Amapá e Ceará, 15 para o Espírito Santo e 5 para o Acre, totalizando 200 respiradores. A iniciativa reforça a rede de solidariedade entre empresas de diferentes setores, mas que têm em comum uma atuação sustentável na área de responsabilidade social. O destino dos respiradores foi definido em parceria com as secretarias de saúde dos estados, de modo que os aparelhos atendam as regiões mais afetadas pela Covid-19.

A importação dos respiradores se junta à doação de mais R$16,3 milhões já doados pela Vivo desde o início da pandemia. Por meio da Fundação Telefônica Vivo, a empresa já investiu R$ 13 milhões na compra de outros insumos e equipamentos hospitalares e R$ 3,3 milhões para auxiliar na alimentação de famílias em vulnerabilidade social e crianças em extrema pobreza e que estão sem merenda escolar em virtude do isolamento social.

Nos últimos meses, o Santander também implementou iniciativas como a doação de 5 milhões de testes rápidos e 15 milhões de máscaras, além de respiradores e equipamentos de saúde, em parceria com os bancos Bradesco e Itaú, e uma edição extraordinária de seu programa Amigo de Valor, que direcionou cerca de R$ 7 milhões em doações de funcionários e da própria instituição para cinco hospitais que estão na linha de frente do combate ao novo Coronavírus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

18 + dezesseis =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.