Senado promove Jaú a capital da prevenção do câncer

A Comissão de Educação do Senado Federal aprovou, nesta quinta-feira (2), projeto de lei PLS 277/2018, que concede o título de Capital Nacional da Prevenção do Câncer ao município de Jaú, em São Paulo.

A proposta foi da ex-senadora Marta Suplicy (SP), que fez a homenagem lembrando que a cidade realiza, desde 1994, um bem-sucedido programa de prevenção do câncer de colo de útero. A cidade conseguiu zerar a mortalidade por essa modalidade de câncer, que antes fazia 10 vítimas a cada grupo de 100 mil mulheres.

O programa é uma iniciativa do Hospital Amaral Carvalho, referência em tratamento oncológico e realização de transplantes de medula óssea. Com equipes especializadas, a instituição prioriza o tratamento do câncer de qualidade e a promoção do bem-estar dos doentes. Tem estrutura com mais de 300 leitos e equipamentos de alta tecnologia. Compõem a equipe de saúde médicos e especialistas em educação, enfermagem, nutrição, fisioterapia, odontologia, pedagogia, psicologia, terapia ocupacional e assistência social. Em 2020 atendeu 56.702 pacientes, realizou 153 transplantes de medula óssea, 63.269 aplicações de quimioterapia e 132.550 aplicações de radioterapia. Atendeu pacientes de 933 municípios, sendo 499 de São Paulo.

O Hospital Amaral Carvalho mantém equipes de voluntários que atuam na luta contra o câncer em diversas cidades do país as Ligas de Combate ao Câncer. Hoje, o Amaral Carvalho conta com mais de 100 Ligas de Combate ao Câncer, formadas por mais de 4 mil voluntários dentro e fora do estado de São Paulo, que auxiliam pacientes oncológicos e seus familiares.

O relator foi o senador Nelsinho Trad (PSD-MS), que é médico. Ele alertou, no seu parecer, que o câncer do colo do útero evolui de forma assintomática e o tratamento tem poucas chances de sucesso se a doença for detectada em estágio avançado. Por isso, a conscientização é fundamental. Ele também destacou que o Amaral Carvalho é um centro de referência em oncologia para toda a América Latina, com mais de 50 anos dedicados à prevenção, tratamento e cura de câncer.

O texto segue para a Câmara dos Deputados, depois para sanção presidencial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.