SBC premia profissionais e instituições com trabalhos relevantes na prevenção do câncer

600

O Prêmio Ricardo Boechat, criado e promovido pela Sociedade Brasileira de Cancerologia (SBC), com apoio da Oncologia Leforte, será entregue a personalidades e instituições que realizam importantes trabalhos na prevenção do câncer no país.

A cerimônia ocorrerá no dia 5 de setembro, às 15h, durante o evento Todos Juntos Contra o Câncer (TJCC), no WTC Events Center. Com apresentação da jornalista Veruska Boechat e participação especial de Eduardo Barão, jornalista da BandNews, a cerimônia contará ainda com o encerramento do coral de pacientes oncológicos do Leforte e um pocket show com o cantor Fábio Jr.

Os homenageados foram eleitos por uma comissão julgadora formada por membros da Sociedade Brasileira de Cancerologia (SBC), Associação Médica Brasileira (AMB) e Sociedade Franco-Brasileira de Oncologia, nas seguintes categorias:

– Médico: Dra. Angelita Gama, proctologista e professora
– Comunicação: Mauricio de Sousa, cartunista
– ONG de destaque: Instituto Oncoguia
– Instituição: Instituto Nacional do Câncer (INCA)

O Prêmio Ricardo Boechat ganha envergadura com a adesão do conceituado designer e arquiteto, Ruy Ohtake, que desenhou a peça que será entregue aos premiados.

A iniciativa do prêmio é de Ricardo Antunes, presidente da Sociedade Brasileira de Cancerologia e coordenador da área de Cirurgia Oncológica do Grupo Leforte. O oncologista vislumbrou, na realização do evento, a oportunidade de homenagear Boechat, que sempre defendeu a causa do câncer no País e era membro honorário da SBC.

“Nosso maior objetivo é reconhecer o trabalho realizado por médicos, comunicadores, gestores e instituições de saúde que contribuem, de forma pioneira, na disseminação de informações relevantes sobre o câncer, e fazem toda a diferença na luta pela diminuição dos altos índices da doença no Brasil”, destaca o médico. Para Antunes, somente campanhas educativas e de conscientização da população podem ajudar a reverter o quadro de progressão da doença no país.

Sobre os premiados:

Categoria Médico: a professora Angelita Gama criou, em parceria com diversas entidades, a Associação Brasileira de Prevenção do Câncer de Intestino (ABRAPRECI), cujo principal objetivo tem sido conscientizar a população médica e leiga sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de intestino.

Categoria Comunicação: o cartunista Mauricio de Sousa, criador da “Turma da Mônica”, transitou pelo tema a partir da linguagem e do universo infantis. Lançou o DVD “Pele e o Sol”, da Turma da Mônica, com gibi do mesmo nome, para falar com crianças sobre prevenção ao câncer de pele infantil e de mama. Além disso, o Instituto Mauricio de Sousa, em parceria com a Associação Brasileira de Linfomas e Leucemia (Abrale), desenvolveu o Projeto Dodói, direcionado a crianças hospitalizadas com câncer, cujo tratamento passa por etapas muito prolongadas de internação. Os conceitos de linfoma, leucemia, transplante de medula óssea e suas fases de tratamento sã ;o abordados de maneira lúdica, levando a criança a se expressar e a compreender suas necessidades, sejam elas físicas ou psicológicas, aproximando os profissionais e os familiares.

Categoria ONG: por meio de projetos e ações de informação de qualidade, educação em saúde, apoio e orientação ao paciente, defesa de direitos e advocacy, o Instituto Oncoguia cumpre seu propósito de ajudar o paciente com câncer a viver melhor. Sem fins lucrativos, foi fundado em 2009 por um grupo de profissionais de saúde e ex-pacientes com câncer, sob a liderança da psico-oncologista Luciana Holtz de C. Barros.

Categoria Instituição: órgão auxiliar do Ministério da Saúde, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) é responsável pelo desenvolvimento e coordenação de ações integradas em prevenção e controle do câncer no Brasil. Tem como objetivo principal exercer seu papel como Centro Integrado (de referência nacional e internacional) em promoção, cuidado, ensino e pesquisa na área oncológica, além de elaborar políticas públicas voltadas ao controle do câncer.

Sobre a escolha de Ricardo Boechat

“Morre-se de várias coisas no jornalismo, menos de tédio.”

Irreverente, inteligente, sagaz. Ricardo Boechat foi escolhido em pesquisa como o jornalista mais admirado, com uma coleção de prêmios recebidos, entre os quais três Prêmios Esso, um dos mais importantes do Jornalismo.

Considerado um dos nomes mais brilhantes da imprensa brasileira, nos últimos anos Boechat apresentava o Jornal da Band e o programa matutino da rádio BandNews FM, além de ser colunista da revista IstoÉ.

Importante parceiro da Sociedade Brasileira de Cancerologia, incentivou e divulgou várias campanhas de prevenção do câncer, e assinou o prefácio do livro da SBC, “Prevenção do câncer”, editado pelo seu presidente, Ricardo Antunes.

Deixe seu comentário