Sogesp de Ribeirão Preto em ação contra o câncer de mama no Outubro Rosa

27

Nesta quarta-feira, 14 de outubro, às 19h30, a Regional de Ribeirão Preto da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (SOGESP) promove ação social de esclarecimento e orientação sobre o câncer de mama. Trata-se do tipo mais comum entre mulheres no Brasil, sendo que, em 2018, segundo o Atlas do Mortalidade por Câncer, provocou 17.763 óbitos: 17.572 do gênero feminino e 189 homens.

Cuidados, prevenção e diagnóstico serão os temas abordados na ação social pelas dras. Viviane Fernandes Schiavon, médica assistente do setor de Mastologia e Oncologia Ginecológico do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRPUSP), e Carla Campos Petean Silva, representante SOGESP da cidade sede Regional de Ribeirão Preto.

Carla, aliás, é um exemplo de que o câncer de mama pode ser vencido. Hoje, dez anos após ser diagnosticada, ela permanece sem recidiva do câncer.

“Faço questão de compartilhar essa experiência. Eu mesmo desconfiei que de algo não ia bem, ao perceber alteração na mama. Procurei um médico imediatamente. Nestes momentos, é fundamental saber que não estamos sozinhos”, conta Carla. “Transmitir a minha história me enche de gratidão. É importante alertar as pessoas e destacar a relevância da prevenção”.

Todo ano, no Brasil, são 60.000 novos casos de câncer de mama. A abordagem durante o Outubro Rosa é essencial à qualidade de vida das mulheres, em especial depois dos 40 anos.

Viviane Schiavon comenta que muitas ainda têm medo de exames, de uma eventual descoberta de tumor. Pondera, contudo, que somente por eles, em particular pela mamografia, é possível diagnosticar precocemente e aumentar as chances de tratamento de sucesso e cura”.

Em fase inicial, o câncer de mama se configura calcificação só detectável em exame da mamografia. Os exames de ultrassom e a ressonância são capazes de identificar a anomalia, porém não tão precocemente quanto a mamografia.

Durante as palestras em Ribeirão, serão ressaltados os cuidados para garantir uma melhor qualidade de vida. Desde a necessidade de testes e consultas de rotina até as atividades físicas”, complementa Viviane.

De acordo com Carla, compartilhar informações e potencializar o conhecimento deste assunto e de outros sobre saúde da mulher são iniciativas inerentes à missão da SOGESP.

“Temos de incentivar os exames preventivos para detecção precoce e a procura de ajuda médica em qualquer sinal ou sintoma sugestivo”, finaliza a representante da Regional.

Informações: www.sogesp.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.