Telemedicina: evento da Anahp aponta os próximos passos após regulamentação

É evidente que a pandemia de Covid-19 forçou o avanço exponencial do processo de digitalização em todas as áreas. No setor de Saúde não foi diferente e o uso da telemedicina, que antes encontrava entraves burocráticos, se tornou ferramenta essencial para possibilitar e ampliar o acesso à assistência. Passou a ser urgente o debate acerca da regulamentação dessa prática, que culminou na aprovação do Projeto de Lei nº 1998, que regulamenta a prática da telessaúde no Brasil, pela Câmara dos Deputados no final de abril.

A partir do consenso de que a medida é um avanço para o país e para antecipar os próximos passos, a Associação Nacional de Hospitais Privados – Anahp promove no dia 12, a partir das 10h, uma edição especial do Anahp Ao Vivo. O encontro traz especialistas para abordarem sobre a “Telemedicina: O que muda com a aprovação da Câmara e a nova resolução do CFM”. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do site.

Participam deste bate-papo: Carlos Pedrotti, coordenador do GT de Saúde Digital da Anahp e gerente médico do Centro de Telemedicina do Hospital Israelita Albert Einstein, Chao Lung Wen, professor associado e chefe da disciplina de Telemedicina da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), Donizetti Dimer Giamberardino Filho, primeiro vice-presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM) e Felipe Cabral, coordenador do GT de Tecnologia e Inovação da Anahp e gerente médico de Saúde Digital do Hospital Moinhos de Vento. A mediação fica a cargo de Antônio Britto, diretor-executivo da associação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.