Unidade de AVC do Hospital de Base de Bauru recebe reconhecimento único no país

72

A Unidade de Acidentes Vasculares Cerebrais do Hospital de Base de Bauru (SP), unidade estadual de saúde sob gestão da Famesp, acaba de receber mais um reconhecimento com o status ‘Diamante’ no programa ESO Angels Awards. O status foi concedido por sua performance no atendimento a pacientes com AVC no primeiro trimestre de 2020. O prêmio ESO Angels Awards foi criado para reconhecer e homenagear equipes e indivíduos comprometidos com a melhoria da qualidade na prática de AVC e estabelecer uma cultura de monitoramento contínuo. E é atribuído às unidades que atinjam níveis de qualidade e performance clínica na abordagem do AVC agudo, de acordo com indicadores pré-estabelecidos pela Angels Initiative e avaliados por meio de um registro contínuo dos atendimentos.

“Este status mostra a qualidade e eficiência no atendimento ao AVC, consequência do comprometimento de toda uma equipe. O reconhecimento é importante para continuar estimulando os profissionais a manter a excelência. Mas acima de qualquer coisa este status impacta na vida dos usuários e isso é o mais importante”, destaca a enfermeira Janaína Zanata, gerente de assistência do Hospital de Base. Ela conta que a unidade é avaliada trimestralmente e, desde agosto de 2018, quando foi certificada como Hospital Angels, já recebeu três “Diamond status”.

Geralmente, o reconhecimento é feito publicamente, durante eventos científicos sobre AVC. Mas, em razão da pandemia do coronavírus, o Hospital de Base recebeu a notícia por e-mail, no mês de abril: ”Infelizmente não pudemos fazer esse reconhecimento em público, em função da pandemia  que nos aflige em todo o mundo, mas em breve e com bastante otimismo retomaremos nossas atividades e poderemos nos saudar e comemorar essa conquista. Parabéns pelo trabalho incrível que vocês realizam no interior de São Paulo”, diz o comunicado.

Hospital Angels

Em 31 de agosto de 2018, houve a sessão oficial de certificação do Hospital de Base de Bauru como Hospital Angels. Surgido na Alemanha, o Programa Angels tem como objetivo agilizar e otimizar o atendimento a pacientes vítimas de AVC, capacitando profissionais e criando centros de excelência em hospitais do mundo todo. A certificação foi concedida à instituição pelo Laboratório Boehringer Ingelheim. Quem fez a entrega foi a médica Sheila Cristina Ouriques Martins, neurologista do Hospital Moinhos de Vento de Porto Alegre e presidente da Rede Brasil AVC.

Uma demonstração da importância desse status é a participação do HBB em congressos científicos. Em 2019, a equipe bauruense apresentou 9 trabalhos multiprofissionais em congressos de Neurologia e Doenças Cerebrovasculares. Um deles foi escolhido entre mais de 450 trabalhos de diversos hospitais do Brasil, ficando entre os 10 melhores na categoria “apresentação oral” durante o XII Congresso Paulista de Neurologia, ocorrido em 2019, no Guarujá (SP). O título do trabalho selecionado é “Elaboração de cartilha com orientações da equipe multiprofissional de um hospital público em Bauru-SP ao cuidador do paciente acometido por AVC”.

Balanço

O Código AVC tipo 1 foi implantado em Bauru em 10 de abril de 2017 por meio de protocolo estabelecido pelo município e o Departamento Regional de Saúde (DRS-6), que passou para o Samu a regulação do acesso de pacientes ao Hospital de Base de Bauru. Em 2019, o protocolo reduziu pela metade o tempo de internação dos pacientes vítimas de acidente vascular cerebral, de 12 para 6,27 dias de internação. Sob gestão da Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar, o Hospital de Base de Bauru (HBB) internou, desde janeiro de 2018, 1.580 pacientes com diagnóstico de AVC. Entre esses pacientes, 279 foram trombolisados, ou seja, receberam medicação trombolítica para dissolução do coágulo nas primeiras 4h30 do início dos sintomas do AVC.

A TV Famesp também conversou com a gerente de assistência Janaína Zanata, representante da equipe multiprofissional do HBB que atua nesta área de Neurologia, sobre a importância desse status. Confira aqui! www.facebook.com/watch/?v=3501943613206344

Principais critérios que o HBB e sua equipe atenderam para manter o status de Diamante

– A pactuação com o SAMU na agilidade em trazer o paciente até o HBB;
– Ter uma unidade voltada especificamente para os cuidados ao AVC;
– O empenho da equipe multiprofissional (terapeuta ocupacional, fonoaudiologia, enfermagem, fisioterapia, nutrição, serviço social);
– A disponibilização da Alteplase (medicação utilizada na trombólise);
– Ter um serviço de imagem (Tomografia);
– Acompanhar o paciente no ambulatório para continuidade no tratamento com anticoagulação e antiplaquetário, quando indicados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

oito − 1 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.