Unimed Fesp busca startups para hub de inovação

305

De olho nos avanços tecnológicos da área de saúde, a Unimed Fesp, a operadora de saúde do Sistema Unimed no estado de São Paulo, não perdeu tempo. Criou um comitê de tecnologia em 2017 e resolveu acelerar ainda mais seu processo. Foi lançado o hub de inovação, o Vitall, que fica instalado no WeWork, da Avenida Paulista, em São Paulo, e reúne startups com soluções de saúde.

Em expansão, o Vitall, está em busca de novas startups para integrarem o Hub. Em conjunto com a Liga Ventures, o programa Conexão Vitall está recebendo inscrições de startups até o dia 6 de outubro. Todas as informações e o link para inscrição estão no endereço conexaovitall.liga.ventures.

Também em pareceria com a Liga Ventures, uma aceleradora corporativa que une grandes empresas às startups com a Eretz.bio, do Albert Einstein, onde terão acessos à laboratórios de última geração e pesquisas; contará com uma assistente virtual em parceria com a tecnologia IBM Watson; terá um aplicativo de gestão de saúde do paciente, entre outras soluções.

“A intenção é usar a tecnologia para facilitar a vida de todos que fazem parte do Sistema Unimed. Imagine se você, paciente que mora em Campinas, passa mal em São José do Rio Preto. O médico poderá ver seu prontuário médico e verificar suas doenças, se já passou em consultas, que medicamentos tomou ou tem alergia”, explica Maurício Cerri, superintendente de Tecnologia da Informação. “A estimativa também é que até 2020 todas as regulamentações sobre telemedicina estejam aprovadas e que o hub de inovação possa oferecer até mesmo o que chamamos de Psicologia Viva, ou seja, o atendimento de um psicólogo pela internet”.

Já para o Sistema Unimed, o hub de inovação Vitall terá em suas mãos o que há de mais novo no mercado e poderá trazer soluções de gestão para todos os envolvidos no ecossistema. “Poderemos acelerar uma startup, comprar ou somente pagar pelos serviços dela. Assim agilizamos os processos e resolveremos mais rápido nossos problemas”, diz Maurício.

Deixe seu comentário