Muito além do atendimento: enfermeiros gerenciam e auditam hospitais

1016

Embora sejam conhecidos como os profissionais que auxiliam os médicos no atendimento, os enfermeiros possuem um papel importante na gestão de hospitais e unidades de saúde. São eles os responsáveis por coordenar desde as equipes de enfermagem até o próprio hospital e programas de saúde pública, além de realizar auditorias e avaliar o funcionamento das instituições

“O enfermeiro participa ativamente de funções administrativas fundamentais para o funcionamento de hospitais e de programas de saúde”, conta Alexandre Alberto Freire Jorge, coordenador da graduação em Enfermagem do Centro Universitário IESB. “Relatos e pesquisas recentes apontam que existe uma grande proximidade entre a atuação do enfermeiro e a área de gestão. Dentro da equipe de saúde, ele é o profissional que possui um tato maior para essa atividade”, continua.

No dia a dia, o graduado em Enfermagem organiza a equipe no ambulatório, verifica se os procedimentos sanitários estão sendo cumpridos, se os atendimentos estão rápidos e com alto nível de satisfação. É natural, portanto, que eles assumam cargos altos de gestão em instituições privadas e em públicas.

“Boa parte dos gestores municipais de saúde são enfermeiros, atuando até como secretários no governo”, diz Alexandre. “O Programa Nacional de Imunizações, por exemplo, que é extremamente importante para o país, conta com um grande número de enfermeiros. As unidades básicas de saúde no DF são geridas por enfermeiros também. Nos hospitais, esses profissionais fiscalizam e realizam auditoria e planejamento das ações para garantir o atendimento de qualidade”, completa.

Para Alexandre, os enfermeiros desenvolvem, durante a sua formação e atuação profissional, competências de liderança, como: comunicação, relação interpessoal, visão empreendedora, tomada de decisão e uma visão completa sobre a organização na qual trabalha.

Deixe seu comentário