Sistemas de limpeza reduzem desperdícios de químicos

2181

O setor de equipamentos manuais de limpeza para o mercado da saúde tem caminhado para a eliminação de uso dos baldes espremedores. Isso ocorre devido a alguns fatores, como explica Diego Matias Guedes de Paulo, coordenador nacional de vendas da TTS do Brasil, especializada em equipamentos para limpeza industrial.

São eles: alto consumo de químico, perda da eficácia do produto, condição ergonômica e longo tempo para o processo de limpeza. “Com isso, a tendência do mercado é substituir o pano ou mop de algodão por refis fabricados em microfibra, que são umedecidos com produto químico sem excesso”, conta.

E, ainda, quando se umedece o refil com a quantidade exata, não há descarte de produto químico, colaborando para a sustentabilidade. O uso de refis em microfibra também reduz o consumo de água e de energia dispendidas no processo de lavanderia, devido ao material ser mais leve que o algodão, além de durar mais.

Destaques

Entre os destaques da marca está o sistema Dosely, que vem ao encontro da tendência comentada, pois atende às limpezas concorrente e terminal, bem como intervenções, sempre com o produto químico isolado no reservatório e o refil umedecido conforme o tamanho da área e o nível de sujidade. “Desta forma, não há desperdícios”, reforça Diego.

Para reduzir o número de infecções hospitalares, a TTS tem como premissa trabalhar o conceito de um refil para cada ambiente (nas áreas críticas e semicríticas), identificado com uma etiqueta de cor diferente para cada local. Além disso, a empresa desenvolve sistemas de limpeza que isolam a solução química em um reservatório, desta forma, sempre haverá uma solução “limpa” não utilizada em outro ambiente, sem perda da eficácia.

Os produtos da TTS mais comercializados na área de saúde são: aplicador bio de limpeza úmida, sistema de limpeza a seco Lamello, pá coletora B-Fly e os carros multifuncionais da linha Magic. “Eles oferecem qualidade à limpeza, redução de tempo, ergonomia e segurança para o usuário e o paciente, além de terem alta durabilidade”, expõe o coordenador nacional de vendas.

Sobre a importância da correta escolha da empresa fornecedora de produtos para limpeza nos hospitais, Diego alerta que a decisão influencia na rentabilidade e na imagem da instituição, afinal, o risco de contaminação cruzada pode gerar custos imensuráveis e insegurança ao usuário. “É preciso pesquisar sobre a qualidade do produto, se ele atende à demanda da limpeza e se está adequado às normativas da área. Também recomendo analisar o custo relacionado ao uso do produto e não apenas o investimento inicial, além da idoneidade da empresa.”

Novidades

Para 2019, o objetivo da empresa é consolidar o sistema Dosely na área de saúde, para isso, está implantando um projeto técnico e financeiro para redes e grandes empresas de serviços, formadoras de opinião no mercado de higienização e limpeza.

Outra novidade é que a TTS será uma das expositoras da Hospitalar, ponto de encontro de todo o mercado nacional e internacional da saúde, que acontece de 21 a 24 de maio de 2019, no Expo Center Norte, em São Paulo. “Apresentaremos diferentes sistemas de limpeza para todos os tipos de exigência técnica e financeira. Também lançaremos um sistema que já está em utilização na Europa. Visite-nos para saber mais informações!”, convida Diego.

Tel: (11) 4612-0722

Site: www.ttsystem.com

Deixe seu comentário