ABIMED debate saúde baseada em valor e transformação digital no HIS

364

A ABIMED – Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde promoveu dois painéis para debater “Saúde baseada em valor” e “Impactos da transformação digital no futuro do setor”.

Os painéis foram realizados no HIS 19 (Healthcare Innovation Show) e reuniram especialistas de diferentes segmentos da cadeia de saúde – hospitais, sociedades médicas, planos de saúde e indústria – para propiciar uma visão abrangente e múltipla sobre os tópicos.

“O significado de valor pode variar conforme o segmento da área da saúde. De modo geral, é a melhor entrega de resultados para os pacientes, evitando-se desperdícios. A transformação digital, por sua vez, é o futuro da área da saúde, um caminho sem volta”, destacou Carlos Goulart, relações institucionais e governamentais da ABIMED e coordenador dos painéis.

Os participantes destacaram que o resultado alcançado com o paciente é a melhor medida para avaliar a assistência recebida. Mas pontuaram, por outro lado, que o desafio principal é estabelecer, em todas as patologias, parâmetros que possibilitem uma avaliação.

Outro ponto destacado, foi a questão do desperdício, uma vez que o melhor desfecho para o paciente pressupõe não apenas a utilização dos melhores procedimentos, mas também o uso racional dos recursos.

No painel sobre transformação digital, os debatedores afirmaram que apenas o critério “custo” não pode ser adotado para definir a incorporação de novas tecnologias nos sistemas público e privado de saúde porque ele penaliza o paciente.

Hospitais, planos de saúde e representantes de sociedades médicas ressaltaram que a saída em face dos orçamentos enxutos com que as organizações trabalham atualmente é reduzir desperdícios e acelerar a adoção de tecnologias como o prontuário eletrônico e a telemedicina, que ampliam o acesso e promovem redução de custos, contribuindo para melhorar a sustentabilidade do sistema de saúde.

Deixe seu comentário