Campanha visa combater uso de drogas por crianças e adolescentes

Julho Branco: com consciência, sem drogas – Mês do Combate ao Uso de Drogas por Crianças e Adolescentes, campanha promovida pela SPSP desde 2016 e coordenada pelo Grupo de Trabalho Combate ao Uso de Drogas por Crianças e Adolescentes da SPSP, visa conscientizar profissionais de saúde e a comunidade sobre os efeitos nocivos do consumo precoce de drogas lícitas e ilícitas por crianças e adolescentes.

Segundo João Paulo Lotufo, coordenador da campanha, com o preparo adequado do pediatra, pretende-se instituir um aconselhamento obrigatório sobre o tema, isto é, um tempo específico da consulta voltado à abordagem sobre esta questão, favorecendo uma intervenção preventiva e até curativa. “O combate eficaz ao consumo de drogas – lícitas ou não – passa obrigatoriamente pelos consultórios dos especialistas”, reforça o médico.

A campanha busca discutir o tema de modo contínuo, com a avaliação de estudos, números e estatísticas, algo fundamental para que se busque soluções e se ofereça sugestões e caminhos para o enfrentamento de tão grave problema. “A iniciação do consumo de drogas tem sido cada vez mais precoce e o impacto cada vez mais avassalador. É imprescindível que profissionais da saúde estejam preparados para abordar e orientar nessa questão, auxiliando, inclusive, a conscientizar pais e familiares em relação ao problema”, enfatiza Claudio Barsanti, coordenador das Campanhas da SPSP.

A SPSP acredita que é função dos pediatras e de todos os cidadãos de diferentes segmentos da sociedade estarem atentos e ativos na proposição de medidas eficazes no combate ao consumo de drogas por crianças e adolescentes. “A família é a primeira fonte de informações para a criança e é o principal exemplo para o adolescente. Por isso, a saída é o diálogo e a prevenção”, conclui Lotufo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.