Cardiologista da Quanta é presidente do Congresso Paranaense de Cardiologia

Entre os dias 5 e 7 de agosto acontece o 47º Congresso Paranaense de Cardiologia/International Cardiology Meeting, com o tema ‘Longevidade – O idoso no centro das atenções’. Nesta edição, o evento será totalmente virtual e presidido pelo cardiologista e pesquisador da Quanta Diagnóstico por Imagem Dr. Miguel Morita, que também é o atual diretor científico da Sociedade Paranaense de Cardiologia (SPC).

“Mudamos padrões, formatamos novos processos e conceitos, mas seguimos com o compromisso de montar uma grade de programação de alto nível científico para levar conteúdo de qualidade aos nossos cardiologistas e também para médicos da Atenção Primária e demais profissionais que lidam com o cuidado da saúde da população”, observa Dr. Miguel Morita. O congresso ainda tem outro cardiologista da Quanta Diagnóstico por Imagem, como integrante da comissão organizadora, Dr. Olimpio R. França Neto, que será o próximo presidente da SPC.

As doenças cardiovasculares correspondem a um terço das mortes entre os idosos no Paraná e no Brasil, e são responsáveis por até 10% de anos vividos com incapacidade, de acordo com o estudo Global Burden of Disease.

Os idosos são uma parcela da população que aumenta a cada ano. Segundo projeções do IBGE em um levantamento divulgado em dezembro de 2020, as pessoas com mais de 60 anos podem chegar a mais de 31 milhões em 2021, o que representa quase 15% da população. Para 2060, a estimativa é que esse número cresça para um quarto da população brasileira.

Segundo Dr. Miguel Morita, com o aumento da prevalência de doenças cardiovasculares e seus fatores de risco nos idosos, há cada vez mais a necessidade de adoção mais eficaz de práticas de prevenção e tratamento.

Diagnóstico por imagem em debate

Durantes os três dias de congresso serão discutidas as particularidades das doenças cardiovasculares nos idosos “para contribuir para a redução da morbidade e mortalidade”, explica Dr. Morita.

O Dr. David J. Maron, professor, diretor de Cardiologia Preventiva e chefe do Centro de Pesquisa de Prevenção da Universidade de Stanford (EUA), será um dos palestrantes internacionais. O cardiologista foi copresidente e investigador principal do ISCHEMIA, um dos estudos mais importantes da Cardiologia atual, financiado NIH (Institutos Nacionais de Saúde dos EUA). A pesquisa investigou os benefícios do cateterismo cardíaco e da revascularização adicionados à terapia médica orientada por diretrizes em 5 mil pacientes com doença arterial coronariana estável e isquemia moderada. A Quanta Diagnóstico por Imagem foi uma das participantes do estudo.

Entre os palestrantes nacionais, outros nove cardiologistas da Quanta estão entre os convidados: o diretor geral da clínica, Dr. João Vítola, o diretor de Pesquisa e Inovação e do Serviço de Angiotomografia Coronária, Dr Rodrigo Cerci, além do Dr. Arnaldo Laffite Stier, Dr. Fábio Rocha Farias, Dr. José Antonio da Silva, Dr. Luiz Antonio Fruet Bettini, Dr. Marcello Zapparoli, Dr. Silvio Henrique Barberato e Dr. Tufi Dippe Junior.

“A Quanta sempre participa ativamente das atividades científicas das sociedades de Cardiologia por entender a importância da disseminação da ciência, contribuindo tanto com pesquisas quanto com discussões a respeito de temas relevantes”, destaca o cardiologista nuclear, Dr. João Vítola.

Os médicos da Quanta apresentarão novidades do diagnóstico por imagem, como esses exames podem ser utilizados em diversas patologias cardíacas, entre outros assuntos. Mais informações sobre o 47º Congresso Paranaense de Cardiologia/International Cardiology Meeting, a programação e inscrições estão disponíveis em congresso2021.prcardio.org.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.