Pediatria online auxilia no apoio médico para as crianças durante a pandemia

As restrições de circulação têm feito muitas pessoas mudarem seus hábitos e procurar alternativas nos cuidados com a saúde, independente da idade. Com esse cenário nada favorável a maior parte das crianças deixaram de frequentar clínicas médicas e hospitais. Por isso, a telemedicina passa a ser uma opção de cuidados com a saúde e visa diminuir os riscos de contaminação, além de não sobrecarregar os prontos-socorros durante esse momento de fragilidade do sistema de saúde.

A Cia da Consulta, rede de medicina inteligente que oferece serviços integrados de alta tecnologia e qualidade médica, observou que desde o início da pandemia a área de pediatria tem crescido mês a mês, principalmente em épocas mais secas, onde surgem os problemas respiratórios mais crônicos. “Desde o ano passado observamos um aumento no agendamento de consultas nessa especialidade e temos os responsáveis estão aderindo cada vez mais esse formato. Ele é um atendimento muito semelhante ao presencial”, explica Felipe Folco, médico e diretor da empresa.

De acordo com estudos da Sutton Trust, ONG educacional do Reino Unido, divulgados esse ano, 20% dos pais com filhos pequenos sentiram que o confinamento comprometeu fisicamente seus filhos e 52%, que as habilidades emocionais e sociais foram prejudicadas. “As crianças também precisam ter a saúde acompanhada durante a pandemia, principalmente aquelas que estão nos primeiros anos de vida. Na Cia da Consulta nós contamos com médicos pediatras que atendem de forma remota prestando suporte a casos mais simples. Além disso, todo sistema utilizado nas consultas é desenvolvido por nós, possibilitando esse acesso à saúde de forma segura”, ressalta Folco.

Um dos cuidados mais importantes da teleconsulta com crianças, segundo Folco, é respeitar as normas necessárias para a realização da consulta e também as restrições dos próprios pacientes. “Durante a consulta é importante que os pais participem e disponibilizem o máximo de informações que puderam a respeito da criança. Porque muitas vezes o paciente não fala, ou consegue explicar o que está sentindo para o médico”, completa Folco. A Cia da Consulta foi uma das pioneiras no oferecimento da prática de medicina remota, comercializando durante um ano mais de 60 mil consultas em todo país.

Além disso, o atendimento pediátrico online pode servir como uma triagem para alguma doença mais séria que a criança possa ter. “As consultas online podem ser úteis quando falamos do atendimento pediátrico porque ela pode ser usada em situações mais simples como resfriados, ou para orientações gerais envolvendo cuidados com a alimentação, higiene e também em casos de dúvidas”, conta Folco.

Todavia, a telemedicina para crianças é uma alternativa não apenas no momento pandêmico, mas também uma ação que os pais devem manter pelos próximos anos para otimizar o tempo e conseguir um atendimento de prontidão para os pequenos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.