Cardiologistas da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo comentam destaques apresentados no ESC Congress 2019

395

Um grupo de cardiologistas da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo esteve em Paris, onde participam do ESC Congress 2019. A capital francesa reuniu os principais profissionais de saúde de todo o mundo que se dedicam ao estudo e ao combate de doenças cardíacas.

Dentre as várias apresentações feitas nos primeiros dias do evento, alguns casos foram citados pelos médicos da BP como diferenciais:

Energéticos e seus efeitos no coração

  • Um dos principais temas abordados no evento, até o momento, é o coração das pessoas mais jovens. O consumo exagerado de bebidas energéticas e o uso de drogas ilícitas são os principais culpados pelo aumento no número de infartos agudos do miocárdio entre essa população, aponta estudo. Uma xícara de café expresso, por exemplo, tem cerca de 60 miligramas de cafeína enquanto o energético chega a ter 600 miligramas.
  • O cardiologista clínico Fernando Costa ressalta que o consumo acima de 300 miligramas é prejudicial para o coração. Segundo o médico, “ao consumir energéticos, é necessário ficar uma hora sem praticar exercícios físicos, pois aumentam as chances de um evento agudo do coração”.

Ação do Ômega 3 na função cardiovascular

  • Já o estudo Ascende Ômega 3, que diz respeito aos efeitos do Ômega 3 no organismo e na saúde do coração, também merece destaque por parte dos cardiologistas da BP. Por meio dele, comprovou-se que não existe diferença entre tratamento por meio da ingestão de 840 miligramas de Ômega 3 e placebo na redução de morte cardiovascular, infarto e acidente vascular encefálico (AVE). O estudo foi realizado com 15 mil pacientes diabéticos tipo 2, que não apresentavam doença cardiovascular estabelecida.

Redução na quantidade de sódio no sal reduz casos de hipertensão

  • Um programa de substituição de sal realizado junto à população do Peru reduziu a pressão arterial e interrompeu o surgimento de novos casos de hipertensão arterial na população. O produto usado no estudo continha 75% de sódio e 25% de potássio. Participaram do programa 2.376 indivíduos, sendo que metade era do sexo feminino e a idade média era de 43 anos.

Ruídos e poluição interferem na saúde do coração

  • O impacto negativo da poluição e dos ruídos em pacientes com síndromes coronarianas crônicas foram temas discutidos durante o evento. Ambos estão ligados ao aumento do risco de ataque cardíaco e derrames. Pacientes com síndromes coronárias crônicas devem evitar áreas com congestionamento intenso e considerar o uso de máscara facial e purificadores de ar para reduzir a poluição em ambientes fechados.

Esses são alguns dos destaques apresentados nos primeiros dias do ESC Congress 2019. Alguns vídeos trazendo as novidades do Congresso poderão ser conferidos no Crescer Juntos, um hub de conteúdos de saúde produzidos pelos médicos da BP a partir da participação em diversos eventos médicos internacionais. Também colocamos nossos diversos especialistas à disposição para entrevistas em primeira mão sobre esses e outros temas que estão sendo discutidos no evento.

Deixe seu comentário