Conheça o significado de 5 termos do mercado da saúde

O amplo mercado de saúde tende a ser um tanto quanto complexo, em suas leis e termos, principalmente para as pessoas que não têm familiaridade com o tema. Pensando em uma forma de facilitar, democratizar o acesso à informação e agregar maior conhecimento para as pessoas, a Pipo Saúde, startup de gestão de benefícios que nasceu com o objetivo de otimizar e facilitar a relação do RH de empresas com planos e serviços de saúde, preparou um pequeno glossário com alguns termos utilizados no dia a dia desse setor. Confira:

Break-even da apólice
Se refere ao valor máximo de sinistralidade aceitável em uma apólice. Em contratos de plano de saúde, esse número geralmente é de 70%. Caso a sinistralidade passe do valor do break even, o reajuste anual do plano poderá ser superior à taxa de inflação médica.

CPT – Cobertura Parcial Temporária
É a restrição na cobertura do plano de saúde que pode ser aplicada pelas operadoras no caso de doença ou lesão preexistente. Ela pode durar no máximo 24 meses e só pode abranger cirurgia, leitos de alta tecnologia e procedimentos de alta complexidade diretamente relacionados à doença ou lesão preexistente.

Congêneres
São empresas que comercializam os mesmos produtos, conhecidas como congêneres, por exemplo: Bradesco Seguros e Amil (ambas vendem plano de saúde).

DUT
É o conjunto de regras da ANS que servem para orientar e regulamentar o uso de procedimentos médicos e exames complementares. Por exemplo, você só pode fazer cirurgia de miopia se o grau for entre -5,0 e -10,0.

Glosa
É o valor que a operadora não concorda em pagar a um prestador por não concordar com a fatura. Alguns dos exemplos mais comuns é quando o prestador cobrar uma quantia diferente de um valor tabelado, ou se falta documentação adequada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.