Crianças de escolas em Curitiba fazem cartinhas de agradecimento aos profissionais da saúde

Crianças e adolescentes de diversos colégios da rede privada de Curitiba (PR) e região metropolitana passaram as últimas semanas produzindo milhares de cartinhas de agradecimento para serem entregues àqueles que têm sido verdadeiros heróis durante este último ano de pandemia: os profissionais da saúde.

A união entre os grupos educacionais Acesso, Stella Maris e Elite tem como objetivo ensinar aos alunos a importância de expressar reconhecimento, gratidão e empatia aos médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares que têm enfrentado uma rotina extremamente exaustiva nos últimos meses.

Ao todo, mais de 2 mil cartinhas foram produzidas pelos alunos de doze colégios da região e destinadas aos principais hospitais da capital que fizeram a distribuição entre os profissionais que estão atuando na linha de frente contra a Covid-19. As Unidades de Pronto Atendimento de Almirante Tamandaré, Fazenda Rio Grande e Pinhais também receberam o carinho dos alunos por meio das mensagens.

Para a médica intensivista do Hospital Santa Cruz, Gabriele Martignoni Sardá (CRM-PR 36.106), as mensagens das crianças dão força ao trabalho realizado por ela e pelos colegas dentro das UTIs Covid. “Na carta que eu recebi, o aluno nos agradece por tentar salvar o mundo do vírus. Mas, na realidade, hoje nós estamos salvando o mundo de cada paciente e de cada família. Junto com o mundo dos pacientes que internam, também tem o mundo dos profissionais que cuidam”, revela a médica.

Já para Rafael Leria Vieira, técnico de enfermagem do pronto-socorro do Hospital Santa Cruz, os últimos meses têm sido difíceis e de muito trabalho, mas ações como essas são importantes e motivam a continuar. “É um gesto de amor à distância e uma forma de gratidão muito importante receber essas cartinhas feitas com tanto carinho por quem a gente não conhece”, conta emocionado.

Como surgiu a ideia

A exaustão e cansaço físico e mental dos profissionais da área da saúde vêm crescendo a cada dia, principalmente, pela sensação de que a pandemia ainda está longe de acabar. Há mais de um ano travando uma guerra contra o vírus, muitos relatam tristeza e desânimo com o comportamento da população, diante de tamanha gravidade. E foi durante um desabafo entre uma mãe de aluno, que trabalha na UPA 24h, com a diretora do Colégio Acesso em Almirante Tamandaré, que surgiu a ideia da ação.

“A mãe comentou comigo que os profissionais estavam cansados e desmotivados em alguns momentos, principalmente, após o pico de casos que tivemos nos últimos meses. Depois dessa conversa, nos unimos com os demais diretores das escolas e planejamos a ação. No dia em que entregamos as cartas na Unidade de Pronto Atendimento, essa mãe estava de plantão e ficou muito emocionada ao receber o carinho”, conta Andreia Galvan, Diretora do Colégio e Curso Acesso em Almirante Tamandaré.

A ação também tinha como propósito enaltecer o esforço de cada profissional envolvido nas mais diversas áreas da saúde. De acordo com a diretora pedagógica do Grupo Acesso, Guida Weber, os alunos conseguiram expressar, por meio de palavras e desenhos, a importância do trabalho de cada um deles que, muitas vezes deixam as suas famílias em casa para cuidar da família dos outros. “Neste momento em que não podemos tocar, beijar e abraçar, como forma de agradecimento, o projeto veio exatamente para transmitir amor, solidariedade e gratidão”, ressalta.

Entrega das cartas

Em Curitiba, os colégios Acesso, Stella Maris e Elite entregaram cartinhas para o Hospital Santa Cruz, Hospital de Clínicas UFPR, Hospital do Trabalhador, Hospital Evangélico, Hospital Cruz Vermelha, Hospital Santa Casa e Hospital Nossa Senhora das Graças.

De acordo com a diretora do Acesso Unidade Hauer, Amanda Miranda, o projeto foi extremamente gratificante para as crianças. “Independentemente da idade e maturidade, os profissionais da saúde estão sendo visto pelas crianças como heróis que possuem uma força que vai além do que eles podiam perceber. As crianças ficaram muito empolgadas em retribuir esse carinho”, explica.

Além da capital, as cidades de Almirante Tamandaré, Campo Largo, Fazenda Rio Grande, Pinhais e São José dos Pinhais também fizeram parte da ação Gratidão em Letras e Palavras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.